Tratamentos odontológicos

Tratamentos odontológicos: top 10 dos mais procurados!

tratamentos odontológicos

A odontologia é uma área muito vasta, abrangendo vários tipos de tratamentos odontológicos. Dentre estes, alguns tratamentos são muito buscados pelos pacientes, ganhando destaque devido à alta procura.

A odontologia estética é uma das áreas odontológicas que mais vem crescendo nos últimos anos, impulsionada pela busca constante por beleza e jovialidade. Entretanto, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, a odontologia estética vai além das questões da beleza, proporcionando saúde e bem-estar a muito pacientes.

Para diferentes problemas bucais existem procedimentos odontológicos específicos que auxiliam na recuperação e manutenção bucal. Dessa forma, alguns são mais buscados pelos pacientes. Pensando nisso, preparamos um artigo completo com os 10 tratamentos odontológicos mais procurados pelos pacientes. Confira!

10 principais tratamentos odontológicos procurados pelos pacientes

1 – Restaurações

As restaurações são tratamentos que visam a restaurar e recuperar os dentes, seja na função da estrutura dentária ou em sua forma. Isto posto, as restaurações são um tipo de tratamento que, atualmente, são realizadas de diferentes formas e em diferentes ocasiões.

O principal motivo que leva os pacientes buscarem por restaurações são as cáries. Entretanto, é comum pacientes aparecerem no consultório com traumas que levam a necessidade de uma restauração dentária.

A restauração é o tratamento indicado para acabar com a cárie e com a dor de dente. Sendo assim, é realizada toda a limpeza da zona cariada, sendo colocado resina para cobrir a região, evitando o surgimento de novas cáries.

Os principais motivos que levam os pacientes a buscarem por restaurações dentárias são eliminação de cáries, dor de dente, recuperação do formato original dos dentes e melhora da aparência dentária.

2 – Endodontia

Popularmente conhecido como o tratamento de canal, é um dos procedimentos mais temidos pelos pacientes, pelo famoso mito de ser um tratamento doloroso.

A endodontia é um tratamento que atua na correção dos problemas que atingem o interior dos dentes, restaurando a saúde e funcionalidade dessas estruturas.

Diversas doenças levam os pacientes a buscar o tratamento endodôntico. Dessa forma, o paciente busca pelo tratamento com o intuito de salvar o dente, sem a necessidade de extração e substituição por um implante.

Dentre as principais causas que levam ao tratamento de canal estão doenças periodontais ou traumas causados por acidentes, ou quedas que afetam a polpa dentária. Ainda, um grande problema que leva a busca por esse tratamento odontológico são as cáries, que na maioria das vezes, são as principais responsáveis pelos danos na parte interior dos dentes. Entretanto, os traumas que levam as fraturas dentárias podem deixar a polpa exposta às bactérias, podendo gerar uma infecção nessa região.

As infecções em um ou mais elementos dentários podem causar dores fortes que irradiam por toda a boca, dependendo da gravidade do problema. Por isso, o tratamento de canal se faz necessário e é muito procurado pelos pacientes.

Sendo assim, o tratamento endodôntico é recuperar um ou mais dentes que foram afetados, deixando-os mais próximos da aparência natural e restabelecendo a saúde bucal do paciente.

3 – Periodontia

A periodontia é a especialidade da odontologia cujo objetivo é combater as infecções e inflamações que afetam os tecidos gengivais. Sendo assim, é um tratamento odontológico bastante buscado pelos pacientes, já que se trata de um problema bastante comum.

O acúmulo de tártaro e formação de placas são as condições odontológicas que mais afetam os dentes e gengivas, sendo as causas principais que levam os pacientes a buscarem por tratamentos odontológicos dessa especialidade.

Sendo assim, conscientizar os pacientes sobre a necessidade de limpezas no consultório a cada 6 meses, além de raspagens, é muito importante, além de serem tratamentos bastante efetuados dentro dessa especialidade.

4 – Implantodontia

A implantodontia é uma especialidade da odontologia que se dedica ao estudo e prática dos implantes dentários. Sendo assim, os implantes dentários são estruturas de titânio cirurgicamente posicionadas no osso da mandíbula ou maxila para substituir as raízes dos dentes ausentes.

Os implantes servem como suporte para a fixação de próteses dentárias, como coroas, pontes ou dentaduras, restaurando a função mastigatória e a estética dentária. Sendo assim, a implantodontia é uma especialidade muito buscada entre pacientes que perderam um ou vários componentes dentários.

Algumas das vantagens da implantodontia são:

  • Estabilidade e Função: Os implantes proporcionam estabilidade semelhante à dos dentes naturais, permitindo uma função mastigatória eficiente.
  • Preservação Óssea: A presença de implantes ajuda a preservar o osso alveolar, evitando a reabsorção óssea que ocorre após a perda dentária.
  • Melhoria da Estética: Os implantes dentários podem melhorar significativamente a estética do sorriso, proporcionando uma aparência natural.
  • Conforto e Segurança: Implantes oferecem maior conforto em comparação com dentaduras convencionais, proporcionando mais segurança ao falar e mastigar.

5 – Ortodontia

A ortodontia é uma especialidade da odontologia que se dedica ao diagnóstico, prevenção e tratamento de problemas relacionados à posição dos dentes e às estruturas maxilares. Dessa forma, o objetivo principal da ortodontia é corrigir irregularidades dentárias e faciais, proporcionando um sorriso mais estético e melhorando a função mastigatória.

Vários pacientes buscam tratamentos odontológicos dentro dessa especialidade para corrigir problemas como:

  • Má Oclusão: desalinhamento dos dentes superiores e inferiores quando a boca está fechada.
  • Apinhamento dental: dentes muito próximos uns dos outros, causando sobreposição.
  • Diastema: espaços excessivos entre os dentes.
  • Mordida Cruzada: quando os dentes superiores não se alinham corretamente com os dentes inferiores.
  • Mordida Aberta: falha em fechar completamente a boca, deixando um espaço entre os dentes superiores e inferiores.
  • Sobremordida: dentes superiores cobrem excessivamente os dentes inferiores.

6 – Cirurgia

A cirurgia odontológica abrange uma variedade de procedimentos cirúrgicos realizados na cavidade oral por dentistas e cirurgiões-dentistas especializados. Dessa forma, esses procedimentos podem ser necessários para tratar uma variedade de condições, desde extrações de dentes até cirurgias mais complexas para correção de problemas ósseos ou remoção de tumores. Abaixo estão alguns tipos comuns, buscado por muitos pacientes, de cirurgias odontológicas:

  • Extração Dentária: a extração de dentes pode ser necessária quando um dente está danificado, infectado, impactado (como os dentes do siso) ou em casos de preparação para ortodontia.
  • Cirurgia de Implantes Dentários: envolve a colocação de implantes dentários (geralmente de titânio) no osso maxilar ou mandibular para servir como suporte para coroas, pontes ou dentaduras.
  • Cirurgia de Remoção de Cistos ou Tumores: em casos de crescimento anormal de tecidos, cistos ou tumores na cavidade oral, pode ser necessária uma cirurgia para remoção e biópsia.
  • Cirurgia de Gengiva (Gengivoplastia ou Gengivectomia): corrige problemas estéticos ou de saúde, como excesso de gengiva (gengiva alta) ou gengivas inflamadas.
  • Cirurgia de Freio Labial ou Lingual: em alguns casos, o freio labial ou o freio lingual pode ser alongado cirurgicamente para melhorar a função e a estética.
  • Cirurgia Ortognática: em casos de desalinhamento grave da mandíbula, a cirurgia ortognática pode corrigir problemas funcionais e estéticos.
  • Cirurgia Periodontal: trata problemas periodontais, como bolsas periodontais, remoção de tecido infectado ou inflamado e regeneração de tecidos periodontais.
  • Cirurgia de Frenectomia: remoção do freio que pode limitar a movimentação dos lábios ou da língua.
  • Cirurgia para Tratamento de Apneia do Sono: em alguns casos, cirurgias orais podem tratar a apneia do sono, como a uvulopalatofaringoplastia (UPPP).

7 – Odontologia restauradora

A odontologia restauradora é uma área da odontologia que se concentra na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças e lesões dos dentes. Dessa forma, o principal objetivo para pacientes buscarem os tratamentos odontológicos dessa especialidade, é restaurar a função, a estética e a saúde bucal dos pacientes.

Sendo assim, a odontologia restauradora abrange uma variedade de procedimentos e técnicas para tratar problemas como cáries, fraturas dentárias, desgaste dental e outras condições que afetam a estrutura dos dentes.

Portanto, a abordagem da odontologia restauradora visa preservar a estrutura dentária natural sempre que possível, proporcionando soluções duradouras e esteticamente agradáveis.

Entretanto, é fundamental que o dentista realize uma avaliação completa da condição bucal do paciente antes de recomendar e realizar procedimentos de odontologia restauradora. A prevenção continua sendo um pilar essencial, e os cuidados preventivos regulares são fundamentais para a manutenção da saúde bucal a longo prazo.

Essa é considerada uma das áreas mais procuradas da odontologia. Sendo assim, os principais procedimentos dentro da odontologia restauradora são:

  • Aplicação de facetas e/ou lentes de contato dentais;
  • Peeling gengival;
  • Restaurações das mais variadas naturezas;
  • Aplicação de toxina botulínica.

8 – Clareamento dental

Destaque entre os tratamentos odontológicos mais buscado por pacientes, o clareamento dental é um procedimento odontológico que visa remover manchas e descolorações nos dentes, resultando em um sorriso mais branco e esteticamente agradável.

Este procedimento pode ser realizado em consultório odontológico ou em casa, com a supervisão de um profissional. Dessa forma, o clareamento dental é realizado de duas maneiras: com o tratamento a laser ou com o uso de moldeiras. 

Entretanto, é muito importante lembrar o paciente antes do tratamento que os resultados do clareamento dental variam de pessoa para pessoa. Além disso, a duração dos resultados depende dos hábitos alimentares e de higiene bucal do paciente.

9 – Toxina botulínica

A toxina botulínica na odontologia possui aplicações terapêuticas e estéticas. Sendo assim, no que tange a maior procura dos pacientes, o segundo caso é mais buscado, sendo utilizado para tratar assimetrias faciais relacionadas a músculos. Ainda, a toxina botulínica é uma alternativa para pacientes que possuem sorriso gengival.

Na odontologia, utiliza-se a toxina botulínica para diversos tratamentos odontológicos, tais como:

  • Tratamento de Bruxismo: O bruxismo é caracterizado pelo ranger ou apertar dos dentes, muitas vezes durante o sono. Nesse caso, a toxina botulínica pode ser aplicada nos músculos da mandíbula para reduzir a força exercida durante o apertar, ajudando a aliviar os sintomas associados, como dores de cabeça e desgaste dos dentes.
  • Tratamento de Disfunção Temporomandibular (DTM): A toxina botulínica pode ser usada para reduzir a tensão muscular na região da articulação temporomandibular, ajudando no controle da dor associada à DTM.
  • Sorriso Gengival: Em alguns casos, a aplicação de toxina botulínica pode ser utilizada para corrigir sorrisos gengivais excessivos, onde a gengiva é exposta em excesso ao sorrir.
  • Tratamento de Distonias Orofaciais: Distonias caracteriza-se por condições relacionadas a contrações musculares involuntárias e sustentadas. Dessa forma, a toxina botulínica pode ajudar a aliviar esses sintomas quando aplicada de forma controlada nos músculos afetados.

10 – Lentes e facetas de porcelanas

Lentes de contato dental e facetas de porcelana são procedimentos cosméticos na odontologia que visam melhorar a estética do sorriso, sendo atualmente muito procurado por pacientes. Portanto, ambos são utilizados para corrigir imperfeições nos dentes, como manchas, descolorações, irregularidades na forma e tamanho, e outros problemas estéticos.

Ambos os procedimentos podem resultar em um sorriso mais harmonioso e esteticamente agradável. Sendo assim, a escolha entre lentes de contato dental e facetas de porcelana dependerá das necessidades específicas de cada paciente e da recomendação do dentista.

Como é possível perceber, os tratamentos odontológicos mais buscados são de especialidades distintas, variando conforme a necessidade de cada paciente.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.