Materiais odontológicos

Silano: tudo sobre esse produto odontológico

Silano

O Silano é uma molécula bifuncional de derivação do silício, é um produto utilizado para realizar restaurações, e um dos seus benefícios é atuar perfeitamente com todos os tipos de resina.

Dessa forma, como ele é um produto muito utilizado no dia a dia dos dentistas, é necessário que você o conheça melhor. Para esclarecer suas dúvidas, realizamos um artigo detalhado sobre o uso do Silano, confira!

Qual a função do silano

O silano é utilizado como um agente de união capaz de unir a porção orgânica do cimento resinoso, à porção inorgânica da cerâmica. Isso tem por objetivo melhorar consideravelmente os resultados de cimentações adesivas e restaurações.

Ele possui maior adesão que outros produtos odontológicos, devido a sua composição e sua combatibilidade com resinas e algumas cerâmicas.

Além disso, para aumentar sua fluidez, adicionam-se substâncias como álcool, ácido acético e água, que com o tempo evaporam.

Como se usa o silano

O uso do Silano é de fácil manejo, basta aplicar uma pequena quantidade para se espalhar por toda a superfície.

Primeiramente, antes de iniciar a aplicação, prepare o local que você colocará o produto para obter um melhor resultado, deixando a superfície áspera. Além disso, lave e seque bem a região que será despejado o silano.

Dica: para melhorar os resultados, injete ar quente por dois minutos sobre o silano aplicado nas peças, uma vez que esse ar acelera o processo de evaporação dos outros elementos presentes e, simultaneamente, se eleva a resistência adesiva.

Instruções de uso de forma prática:

  • Dispense uma gota de silano no interior de um pote limpo.
  • Use um pincel descartável para misturar os componentes no interior do pote, por 10-15 segundos.
  • Deixe a mistura descansar por 5 minutos, não podendo passar de 10 minutos, antes de aplicar sobre a superfície da porcelana.
  • Se houver uma excessiva evaporação da mistura, execute os passos anteriores novamente.
  • Aplique uma camada fina da mistura sobre a superfície da porcelana preparada. Seque deixando cuidadosamente isento de umidade ou óleo. Aplique uma segunda camada de pequena espessura e seque com ar.

Quando se deve evitar o uso do Silano

Visando garantir que tenha a união desejada com o silano, é necessário que haja sílica em sua composição. Por isso, com todas as resinas você obtém resultados de eficiência. Entretanto, com cerâmicas de alumina e zircônia o uso deve ser evitado, devido ao produto não conseguir se ligar a elas.

Qual tipo de Silano utilizar

Há dois tipos de silanos que você pode utilizar, os hidrolisados e os não hidrolisados.

Hidrolisados:

Você encontra os hidrolisados prontos para o uso, ou seja, só aplicar na área desejada. Porém, esse tipo tem uma menor durabilidade do que o não hidrolisado.

Não hidrolisados:

Já o não hidrolisado precisa que você misture para ficar pronto para uso. Eles são vendidos em dois frascos e precisam de junção para ser aplicado.

Qualquer um dos dois tipos são ideais para o uso, a recomendação é que o silano , independentemente do escolhido, seja novo.

Dessa forma, uma característica para avaliar se o silano está novo, é se atentar a cor. Dessa maneira, ele tem que estar completamente transparente e se estiver um pouco esbranquiçado está ruim e deve ser efetuado seu descarte.

O que é silanização

A silanização é um tratamento superficial importante que vem sendo estudado. Sendo assim, o silano é o agente que garante a adesão química dos componentes inorgânicos da cerâmica à porção orgânica do cimento resinoso. Ele é um monômero no qual o silício está ligado a radicais orgânicos que se ligam às resinas.

Devido às suas características, ele tem sido proposto para otimizar os resultados clínicos na cimentação de restaurações indiretas de resina e de cerâmica, assim como nos reparos desses trabalhos na cavidade oral.

Precisa fotopolimerizar o silano

O fotopolimerizador emite uma luz cujo objetivo, quando colocado sobre alguns compostos químicos, é fazer que eles sofram uma reação para endurecerem, porém, ao fazer o uso do silano, não é necessária a fotopolimerização.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.