Doenças odontológicas

Sensibilidade nos dentes: 5 causas que você precisa saber

sensibilidade nos dentes

A sensibilidade nos dentes é uma queixa comum entre os pacientes odontológicos, e pode ser um indicativo de problemas subjacentes; por isso, deve ser um assunto tratado ainda na anamnese. Como dentista, é fundamental compreender as causas da sensibilidade dentária, além de identificar os melhores tratamentos disponíveis. 

Neste artigo, abordaremos em detalhes as causas da sensibilidade nos dentes, as opções de tratamento e muito mais. 

5 possíveis causas da sensibilidade nos dentes:

Primeiramente, entender as possíveis causas da sensibilidade nos dentes é de extrema importância, uma vez que ao compreender as raízes do problema, o profissional estará capacitado a fornecer orientações e tratamentos personalizados aos pacientes, visando a redução da sensibilidade e o restabelecimento do conforto bucal. 

É possível destacar algumas possíveis causas para a sensibilidade, como, por exemplo:

1. Fatores genéticos:

Alguns pacientes possuem uma predisposição genética à sensibilidade nos dentes, mesmo na ausência de outras condições dentárias. Dito isso, serão necessários cuidados especiais come esses pacientes, a fim de mitigar o desconforto causado pela sensibilidade dentária.

2. Retração gengival:

A retração gengival pode expor as raízes dos dentes, que são mais sensíveis à estimulação externa. Alguns fatores como: escovação vigorosa, doença periodontal e fatores genéticos podem contribuir para a retração gengival. Sendo assim, tratando da raiz do problema, a sensibilidade dos dentes também será minimizada.

3. Erosão do esmalte dental:

Da mesma forma que a retração gengival, a escovação agressiva, uso excessivo de produtos de clareamento dental e consumo frequente de alimentos ácidos podem desgastar o esmalte dental, expondo a dentina e causando sensibilidade nos dentes.

4. Cáries:

As cáries são áreas de deterioração do dente causadas por bactérias que produzem ácidos que danificam o esmalte dental. Quando as cáries progridem e atingem a dentina, a camada sensível abaixo do esmalte, podem causar sensibilidade dentária. Alimentos quentes, frios, doces ou ácidos podem desencadear a dor.

5. Branqueamento excessivo:

Embora o clareamento dental seja uma técnica popular para melhorar a aparência dos dentes, o uso excessivo de produtos de clareamento ou o uso incorreto desses produtos podem causar sensibilidade nos dentes. 

Sensibilidade nos dentes na gravidez:

A sensibilidade nos dentes durante a gravidez é uma queixa comum entre muitas mulheres. Embora nem todas as gestantes experimentem esse problema, algumas podem notar um aumento na sensibilidade dos dentes e das gengivas durante esse período. Isso ocorre devido a uma combinação de fatores hormonais e mudanças no corpo que podem afetar a saúde bucal.

Durante a gravidez, o corpo passa por mudanças hormonais significativas, incluindo o aumento dos níveis de progesterona e estrogênio. Esses hormônios podem afetar os tecidos orais, tornando as gengivas mais sensíveis e suscetíveis à inflamação. Além disso, a maior quantidade de sangue circulando no corpo durante a gravidez pode aumentar o fluxo sanguíneo para as gengivas, tornando-as mais propensas a sangrar e ficar sensíveis ao toque ou escovação.

Além disso, a náusea matinal pode levar à higienização oral inadequada, resultando em acúmulo de placa bacteriana e problemas gengivais.

Para lidar com a sensibilidade nos dentes durante a gravidez, é importante orientar a paciente a seguir algumas orientações como:

  • Manter uma rotina de higiene oral adequada: 
  • Ter uma alimentação equilibrada: 
  • Usar enxaguantes bucais adequados e seguros na gravidez

Sensibilidade após extração:

A sensibilidade nos dentes após a extração é uma ocorrência comum e geralmente é temporária. Isso ocorre devido ao processo de cicatrização e à exposição dos tecidos subjacentes. No entanto, se a sensibilidade persistir por um longo período ou aumentar em intensidade, é importante que o profissional investigue a causa e faça uma avaliação adequada.

Esse sintoma, pode ser referente a uma inflamação e resposta inflamatória, pois após a extração, o corpo inicia um processo de cicatrização natural, que pode envolver inflamação localizada. Essa inflamação pode afetar os tecidos circundantes, incluindo os nervos, resultando em sensibilidade nos dentes.

Além disso, uma lesão de tecidos vizinhos também pode resultar em sensibilidade, uma vez que essa lesão acidental pode incluir as raízes de dentes adjacentes, o que pode resultar em sensibilidade nos dentes próximos à área extraída.

Sendo assim, cabe ao profissional responsável avaliar o paciente e detectar as possíveis causas para mitigar esse sintoma.

Tratamentos para sensibilidade nos dentes:

Quando se trata de sensibilidade nos dentes, existem várias opções de tratamento disponíveis para aliviar o desconforto e restaurar o bem-estar dos pacientes. Logo, é essencial que o dentista oriente seus pacientes sobre os melhores tratamentos para o problema, destacando a importância de buscar cuidados profissionais. Além disso, a busca pelo tratamento correto irá depender da causa detectada pelo dentista, uma vez que pode ser um sintoma multifatorial

Para complementar, é igualmente importante alertar sobre os perigos dos tratamentos caseiros, que podem oferecer resultados temporários ou até mesmo agravar a sensibilidade dentária.

1. Cremes dentais para dentes sensíveis:

Cremes dentais formulados especificamente para dentes sensíveis podem ajudar a aliviar o desconforto. Estes cremes geralmente contêm agentes dessensibilizantes que bloqueiam as tubulações da dentina, reduzindo a transmissão dos estímulos dolorosos.

2. Vernizes de flúor:

A aplicação de vernizes de flúor nos dentes pode ajudar a fortalecer o esmalte dental, reduzindo a sensibilidade, pois esses vernizes formam uma camada protetora que remineraliza o esmalte e diminui a exposição da dentina.

3. Restaurações dentárias:

Quando a sensibilidade nos dentes é causada por cáries, fraturas ou desgaste excessivo, a realização de restaurações dentárias pode ser necessária, pois cobrem as áreas danificadas e protegem a dentina exposta.

4. Diminuir a concentração do agente clareador:

Para pacientes que apresentam sensibilidade após o clareamento dental, é importante ajustar o protocolo de tratamento para minimizar o desconforto. Logo, reduzir a concentração do agente clareador ou alternar entre técnicas pode ser uma opção viável.

5. Uso de agentes dessensibilizantes:

O uso de agentes como oxalato de potássio irão ajudar a bloquear os túbulos dentinários, logo irão ajudar a reduzir a sensibilidade.

Alimentos que pioram a sensibilidade nos dentes:

Quando o assunto é sensibilidade nos dentes, é recomendado evitar ou reduzir o consumo de certos alimentos e bebidas que podem aumentar o desconforto, a exemplo disso, tem-se:

  • Alimentos ácidos como refrigerantes, sucos cítricos, frutas ácidas (limões, laranjas, toranjas) e alimentos em conserva.
  • Bebidas muito geladas ou muito quentes
  • Alimentos e bebidas açucarados
  • Alimentos duros e crocantes
  • Alimentos e bebidas picantes

Por fim, vale ressaltar que cada pessoa pode ter diferentes graus de sensibilidade e que as reações aos alimentos podem variar. Algumas pessoas podem tolerar certos alimentos mencionados acima sem problemas, enquanto outros podem precisar evitá-los completamente.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.