Materiais odontológicos

Scanner intraoral: 10 vantagens que você precisa saber

Scanner intraoral

Acompanhando as inovações tecnológicas da atualidade, o Scanner intraoral (IOS), tornou-se o mecanismo revolucionário no ambiente clínico odontológico.

De modo a auxiliar o diagnóstico odontológico visando agilidade, precisão e o tratamento individualizado, o Scanner intraoral tem integrado cada vez mais o cotidiano do dentista.

Embora esta tecnologia seja dispendiosa, a diversificação das marcas e produtos tem tornado este investimento cada vez mais acessível.

Sendo assim, abordaremos hoje o que é o Scanner intraoral, bem como suas vantagens, desvantagens e aplicações na prática clínica odontológica.

O que é o Scanner intraoral e o que ele faz?

O Scanner é um dispositivo que capta imagens ópticas e transfere digitalmente para um software, consequentemente convergindo estas imagens em visualização 3D.

Estes projetam uma fonte de luz ao objeto a ser digitalizado.

A formação das imagens escaneadas se dá, através de uma série de fotografias ou filmagens dos dentes e da cavidade bucal, processadas e enviadas para o software adquirido.

Tais imagens originam-se de fotografias de um mesmo objeto, realizadas por diversos ângulos de captura, geradas de diversas fontes, a fim de reconstruí-la tridimensionalmente.

A captação destas imagens requer um treinamento para ocorrer, pois, a fim de atingir precisão na captura, a manipulação deve seguir o posicionamento adequado do instrumento.

Linha do tempo do Scanner intraoral (IOS)

O primeiro Scanner odontológico foi desenvolvido pelos Alemães Mormann e Bandestinina no início dos anos 80.

Posteriormente, em 1982, o primeiro Scanner portátil foi desenvolvido e, no ano seguinte, a primeira inlay fresada, e o primeiro protótipo CAD/Cam foi apresentado.

Em 1985 sugiu o primeiro scanner e, em 1987 a CEREC1 (Sirona, Alemanha) lançou comercialmente o primeiro sistema odontológico voltado para odontologia.

Áreas de atuação odontológicas do Scanner intraoral (IOS)

Em geral, o uso do scanner intraoral é indicado a todas as especialidades odontológicas.

Entretanto, nas especialidades como a Ortodontia, por exemplo, o escaneamento gera a previsão de resultados do tratamento pretendido.

Primeiramente por gerar um vídeo que demonstra virtualmente as etapas de movimentação dentária e consequentemente para determinação do número de alinhadores invisíveis.

Esta demonstração, prevê, igualmente, o tempo aproximado do tratamento realizado, bem como a precisão necessária da movimentação do dente em relação ao osso.

Dessa forma, a precisão técnica obtida pelo scanner intraoral, auxilia o correto diagnóstico e melhora a efetividade dos resultados deste.

Além disso, indica-se o scanner intraoral em avaliações diagnósticas, a fim de visualizar em tela para o paciente:

  • Lesões cariosas;
  • Lesões não observadas pelo paciente devido à falta de visualização por parte dele;
  • Aspectos patológicos em tecidos moles palatinos, vestibulares e linguais;
  • Lesões existentes em mucosa jugal;
  • Fraturas dentárias e ósseas;
  • Acompanhamento de antes e após procedimentos de enxertia óssea.
  • Confecção de moldagens com finalidade protética;
  • Confecção precisa de peças protéticas usinadas;
  • Confecção de placas com finalidade cirúrgica;
  • Moldagem e confecção precisa de peças protéticas a serem usinadas para tratamentos estéticos em região anterior;
  • Escaneamento radiológico.

Desse modo, o scanner intraoral surgiu para integrar e revolucionar a odontologia digital.

Vantagens do Scanner intraoral

Evidentemente o scanner intraoral é um facilitador da prática clínica odontológica, além de apresentar diversas vantagens como:

  1. Mais agilidade durante os procedimentos, pois essas imagens são rapidamente enviadas ao laboratório;
  2. Maior conforto ao paciente, pois dispensa os incômodos causados pela moldagem;
  3. Dispensa repetição de moldagem, pois, após captação da imagem, esta já é definitiva;
  4. Precisão de captação, pois a imagem é fidedigna ao objeto;
  5. Excelente custo benefício;
  6. Segurança de armazenamento, pois este é feito digitalmente e em nuvem, evitando sua perda;
  7. Facilitador na conversão de avaliações, pois, a visualização da situação bucal e clínica do paciente, permite a adesão deste ao tratamento.
  8. Previsão de tratamento menor quando comparada ao não uso de dispositivos digitais;
  9. Confecção de placas miorrelaxantes destinadas ao tratamento de bruxismo;
  10. Confecção de guias em implantodontia.

Desvantagens do Scanner intraoral

O scanner intraoral não apresenta desvantagens para o profissional e paciente.

Entretanto, podemos citar como complicador do processo de captação de imagens, o controle de saliva do paciente em relação à cópia dos tecidos moles e ósseos destes.

Para isso, é necessário, apenas, um treinamento voltado ao manuseio do instrumento na cavidade oral do paciente.

Portanto, nenhuma limitação que resulte em falha de tratamento é apresentada pelo dispositivo, cabendo apenas o treinamento do profissional.

Considerações relevantes para se adquirir um Scanner intraoral (IOS)

Ao considerar a aquisição do Scanner intraoral, o profissional deve levar em questão a plataforma de uso do software e o tamanho da ponta, por exemplo.

A indicação clínica também é importante na escolha do modelo e software, pois existem modelos específicos para Ortodontia e Prótese.

O tamanho da ponteira e a empunhadura do wand varia conforme a leitura que se deseja.

Ponteiras grandes são indicadas para o escaneamento geral da arcada, enquanto as pequenas melhoram a visualização de locais de difícil acesso como os terceiros molares, por exemplo.

Logo, não existe um wand perfeito para todos os tipos de escaneamento, pois, cada equipamento apresenta um desenho de ponteira e wand indicado para o uso clínico.

Consideram-se os softwares como abertos ou fechados. Sendo o Chairside a plataforma aberta, pois envia de forma online os modelos para fabricação de modelos em laboratório, e, a plataforma fechada CAD/Cam, do sistema CEREC onde realiza-se todo o processo até a fabricação da peça em consultório.

Além disso deve-se avaliar o computador e monitor, a definição da imagem e os softwares integrados ao equipo.

Modelos e valores disponíveis no mercado

Diversas marcas de Scanners intraorais (IOS) estão disponíveis no mercado, sendo que, os valores variam de acordo com as características específicas de cada modelo.

A 3Shape TRIOS, por exemplo, é considerada a maior entre as marcas de scanners da atualidade devido à sua funcionalidade sem fio.

Já o ITero é o scanner intraoral da Align Tecnology, desenvolvedora do processo de tratamento ortodôntico e restaurador por meio do invisalign.

Além destes, destaca-se o Primescan de Dentsply Sirona, voltado para fresa de peças protéticas através do IOS, com imagens mais precisas do que as outras tecnologias anteriores, pois inclui o escaneamento de toda mandíbula.

O investimento necessário varia segundo o scanner intraoral desejado e forma de aplicação clínica.

Assim sendo, o scanner intraoral apresenta diversas vantagens para a prática odontológica, melhorando em tempo, diagnóstico preciso e efetividade de resultados para o dentista.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.