Procedimento Estético

Rinomodelação: saiba tudo sobre esse procedimento

Rinomodelação

As técnicas de harmonização orofacial tem obtido muita procura nos consultórios, sendo a rinomodelação um procedimento muito buscado pelos pacientes insatisfeitos com a aparência do nariz. 

A rinomodelação tem como principal vantagem não ser um procedimento cirúrgico, corrigindo vários defeitos estéticos no nariz de uma maneira menos invasiva. Por fazer sucesso entre os pacientes, preparamos um texto completo com tudo que você precisa saber sobre esse procedimento. Confira!

O que é a rinomodelação?

A rinomodelação é uma técnica que utiliza acido hialurônico de alta densidade, para o preenchimento nasal, visando corrigir imperfeições no contorno nasal, além de corrigir defeitos de rinoplastias anteriores.

Quando o procedimento é indicado?

A rinomodelação é um procedimento não cirúrgico e pouco invasivo, sendo realizado apenas com a aplicação de ácido hialurônico, dessa maneira, a indicação deve ser apenas para pacientes que possuem o nariz razoavelmente fino e com pequenas deformidades.

Sendo assim, alguns casos apenas a rinomodelação se faz eficiente, dentre eles:

Giba nasal
  • Giba nasal: o procedimento pode ser benéfico para pacientes com esse problema, pois pode disfarças a corcova na parte óssea e cartilaginosa do nariz, ficando menos perceptível através da aplicação do ácido hialurônico nos locais que contém irregularidades no nariz.
  • Ponta nasal: quando as queixas dos pacientes estão relacionadas a ponta nasal fina e caída, a rinomodelação pode ser a solução do problema. Com a aplicação do ácido hialurônico é possível criar um suporte da columela, elevando-se a ponta nasal.

Como é feita a rinomodelação?

Após a primeira consulta, tendo entendido as expectativas e necessidades do paciente, assim como, esclarecido todas as dúvidas que o mesmo tenha, avalia-se o contorno e o perfil da face. Em seguida, serão escolhidos alguns pontos e efetuado a aplicação de ácido hialurônico. 

Em alguns casos, poderá haver a necessidade de mais de uma aplicação, principalmente em pacientes que possuem pele resistente e que necessitem maior volume, já que não se pode injetar a substância com muita pressão, devendo sempre ser aplicada em pequenos volumes. 

Após a aplicação, é colocado um curativo com o intuito de modelar, e manter a substância aplicada, bem posicionada e sem edema. Ainda, é muito importante orientar o paciente a não manipular o nariz.

Rinomodelação dura quanto tempo?

Rinomodelação

De maneira geral, quando o procedimento é realizado com substâncias absorvíveis, o procedimento costuma durar em média 12 meses, variando um pouco para mais ou menos, dependendo do paciente. Sendo assim, o procedimento não dura para sempre, devendo o paciente realizar retoques quando necessário.

Entretanto, caso a rinomodelação seja realizada com substâncias como o PMMA o resultado será definitivo.

Tipo de substâncias utilizadas:

A substância mais utilizada para realizar a rinomodelação é o acido hialurônico. Entretanto, pode-se utilizar outras substâncias.

As substâncias mais seguras são as absorvíveis, como o acido hialurônico e o hidroxiapatita de cálcio, possuindo riscos pequenos de rejeição pelo organismo. O ácido hialurônico é uma substância naturalmente produzida pelo organismo humano, sendo muito utilizada, inclusive, para preenchimento labial.

Já a hidroxiapatita de cálcio é um composto absorvível pelo organismo com as mesmas características de dentes e ossos.

Outras substâncias que podem ser utilizadas, entretanto, são menos seguras, são as não absorvíveis, como metacrilato e PMMA. Essas substâncias são as menos usadas, apresentando maior risco de necrose.

De quanto em quanto tempo é necessário refazer a rinomodelação?

Como acontece com outros procedimentos relacionados a estética facial, caso a técnica tenha sido feita com ácido hialurônico, não se faz necessária completa absorção do ácido hialurônico para refazer a aplicação.

Dessa forma, assim que o paciente começar a notar os sinais de absorção do produto, e desejar realizar nova aplicação, a mesma se faz possível.

A rinomodelação dói?

Não, a rinomodelação é um procedimento indolor. Isso ocorre, pois se trata de um procedimento com aplicação de anestesia odontológica, sendo totalmente livre de dor.

Entretanto, após o procedimento, é comum o nariz apresentar sensibilidade e inchaço, sintomas que irão desaparecer logo nos primeiros dias.

É possível realizar rinomodelação depois da rinoplastia?

Existe, sim, a possibilidade de realizar a rinomodelação após a rinoplastia, sendo muito comum em pacientes que não ficaram totalmente satisfeitos com a cirurgia. Nesses casos, a rinomodelação se apresenta como excelente alternativa, principalmente para os pacientes que não desejam passar por uma nova cirurgia.

Entretanto, é muito importante destacar a necessidade de avaliar cada caso, ponderando a viabilidade da rinomodelação.

Existem contraindicações para o procedimento?

Como já mencionado, a rinomodelação é um procedimento indicado para casos simples. Dessa maneira, casos mais complexos o indicado é a rinoplastia.

Pacientes que possuem alergia as substâncias utilizadas, ou a algum componente presente, é contraindicado o procedimento. Além desses, gestantes e lactantes não devem realizar esse procedimento, pois não existem estudos que mostram a segurança da técnica para essa fase da vida.

No mais, pessoas que possuem doenças autoimunes, ou que apresentam lesões na região que irá se submeter o tratamento, o mesmo é contraindicado. No mais, em casos de infecções ou resfriado, é recomendo que se adie o procedimento.

Rinomodelação valor

O valor do procedimento depende de inúmeras variáveis como o grau do caso, a quantidade de substância que irá ser utilizada, qual tipo de substância, profissional, dentre outros. Dessa maneira, deve-se planejar a precificação levando em consideração todas essas questões.

Dessa maneira, o valor médio da rinomodelação pode variar de R$900,00 (novecentos reais) até RS2000,00 (dois mil reais), conforme o mencionado.

Resultados da rinomodelação:

Um ponto muito importante para esclarecer ao paciente, é que a rinomodelação é um procedimento que não diminui o nariz, sendo uma técnica que visa justamente inserir mais volume, visando corrigir e/ou maquiar pequenos defeitos.

Dessa maneira, infelizmente para diminuição do nariz, o único procedimento possível ainda é o cirúrgico.

Nos casos de indicação da rinomodelação, os resultados esperados são a elevação da ponta nasal, aparência de ponta mais fina em casos levemente disformes, melhoramento de desvios da pirâmide nasal e mascaramento da giba nasal.

Se faz necessário destacar que esse procedimento trazer bons resultados nos casos indicados. Sendo assim, embora não seja uma técnica permanente e tenha restrição nas possibilidades de tratamento, é um procedimento que resolve casos simples, trazendo satisfação e melhora da alta estima nos pacientes.

Outro ponto que merece destaque, é a atenção na realização do procedimento e a necessidade de especialização em técnicas seguras e utilização de materiais de qualidade. Isso se deve, pois, apesar de trazer melhoras estéticas, existe a possibilidade de necrose no nariz.

Sendo assim, é muito importante ser verdadeiro com os pacientes, assim como estudar sobre o procedimento. Dessa maneira, se garante bons resultados, um procedimento seguro, diminuindo as possibilidades de intercorrências.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.