Tratamentos odontológicos

Restauração com resina nos dentes da frente

Restauração com resina nos dentes da frente

A resina composta é um material utilizado para restaurar os dentes fraturados ou cariados. Como principal vantagem, este material restaurador possui a propriedade de se assemelhar à aparência dos dentes naturais. Sendo assim, a restauração com resina nos dentes da frente, como é chamado pelos pacientes, é particularmente importante, pois são dentes altamente visíveis quando sorrimos ou falamos.

Como é feita a restauração com resina nos dentes da frente?

A restauração com resina composta se realiza em várias etapas. Primeiro, o profissional remove uma cárie ou a parte danificada do dente. Em seguida, se prepara o dente com ácido fosfórico e adesivo e, por fim, recebe o material restaurador.

A resina composta é aplicada em finas camadas, polimerizadas uma a uma, e moldadas para se assemelhar à forma do dente natural. É importante fazer um teste de cor, antes de iniciar o procedimento, para que a resina escolhida seja da cor mais próxima ao dente natural. Após o elemento ser restaurado, a resina composta deve ser polida para um melhor acabamento e lisura.

Vantagens da restauração com resina composta nos dentes anteriores

Uma das principais vantagens da restauração com resina composta nos dentes anteriores é a sua capacidade de se assemelhar aos dentes naturais, tanto em cor como em textura.

Quando são realizadas restaurações em dentes anteriores, o dentista pode misturar vários tipos de resina composta para obter um tom que corresponda ao do dente natural do paciente, reproduzindo com fidelidade dentina e esmalte.  

A importância em se reproduzir boas restaurações em dentes anteriores, com aparência mais próxima ao natural, significa muito para o paciente, pois está diretamente relacionada a autoestima e para que o mesmo se sinta confiante com seu sorriso.

Outra vantagem da resina composta é que ela é uma solução minimamente invasiva para a restauração dos dentes anteriores.

Como a resina composta adere ao dente natural, o dentista precisa remover menos tecido dental para preparar o dente para a restauração do que se fosse usar outros materiais, como uma coroa de porcelana.

O processo de restauração também é menos doloroso, leva menos tempo para conclusão, além de menos oneroso. Portanto, o procedimento é todo realizado no consultório, evitando envio para laboratório de prótese.

Cuidados com as restaurações com resina composta

A resina composta apresenta menos resistência que alguns materiais restauradores. A maior fragilidade da resina composta, relação à porcelana, por exemplo, significa maior facilidade de fraturas ou lascas. Além disso, a resina é mais propensa a manchar com o tempo, especialmente se o paciente fuma ou consome alimentos e bebidas com corantes.

Para garantir a longevidade e a aparência da restauração com resina composta, é importante manter uma boa higiene bucal e visitar regularmente o dentista. Como são restaurações em dentes anteriores, o paciente também deve evitar hábitos prejudiciais, como roer as unhas ou usar os dentes para abrir embalagens.

Em resumo, a resina composta é uma excelente opção para a restauração de dentes anteriores, sendo uma solução minimamente invasiva que pode se assemelhar à aparência dos dentes naturais. No entanto, é importante lembrar que a resina composta não é tão resistente quanto outros materiais de restauração e pode manchar com o tempo.

Portanto, é essencial cuidar bem da restauração e manter uma boa higiene bucal para garantir que ela tenha uma maior durabilidade.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.