Tratamentos odontológicos

Prótese flexível: vantagens, desvantagens e muito mais

prótese flexível

As próteses dentárias vêm sendo uma alternativa para promover maior qualidade de vida a muitos pacientes. Dito isso, esse artigo visa responder as principais dúvidas, assim como pontuar principais vantagens e desvantagens a cerca de um dos tipos de prótese, a prótese flexível. Confira!

Tipos de prótese flexível

Prótese flexível

Existem diversos tipos de prótese e dentro da prótese flexível se destacam dois tipos: a prótese parcial flexível e a prótese total flexível. Cada uma delas é projetada para atender diferentes necessidades, dependendo do número de dentes ausentes e da situação bucal do paciente.

Dito isso, é importante ressaltar alguns pontos principais desses dois tipos de prótese:

Prótese parcial flexível: 

Também chamada de “ponte flexível”, profissionais optam pela prótese parcial flexível quando há necessidade de substituir um ou mais dentes ausentes em uma arcada dentária parcial. Logo, ela é recomendada quando o paciente ainda possui alguns dentes naturais saudáveis e estáveis na boca. 

A prótese parcial flexível fornece bastante estabilidade e retenção, pois se encaixa precisamente na boca, e seus ganchos flexíveis se prendem aos dentes naturais adjacentes.

Prótese total flexível: 

Já prótese total flexível, conhecida como “dentadura flexível”, é a melhor escolha quando o paciente não possui nenhum dente natural remanescente em uma das arcadas dentárias. Nesses casos, projetam a prótese para substituir todos os dentes ausentes.

A prótese total flexível é removível e possui boa adaptação dos pacientes. Isso se deve, pois se encaixa de forma confortável na boca do paciente e possui vantagem estética e funcional se comparada com as dentaduras convencionais.

Por fim, vale ressaltar que ambos os tipos de próteses dentárias flexíveis são feitos de um material macio, flexível como poliamida (nylon) ou resina termoplástica e base transparente ou semitransparente. Isso justifica o conforto e estabilidade proporcionados, uma vez que esses materiais permitem que a prótese se encaixe e se adapte melhor aos contornos da boca.

Ainda, se tem a parte estética devido à transparência que se mistura de forma mais natural, sendo menos perceptíveis que as próteses com base metálica.

Para quem a prótese flexível é recomendada?

A prótese dentária flexível é uma excelente opção em diversas situações considerando as necessidades do paciente e o estado da sua saúde bucal. Porém, ela é especialmente recomendada quando o paciente possui apenas alguns dentes ausentes em uma mesma arcada dentária. Dessa forma, a prótese parcial flexível pode preencher esses espaços sem a necessidade de preparação de dentes adjacentes.

Além disso, a prótese flexível pode ser uma escolha mais adequada e mais suave do que uma ponte fixa quando os dentes naturais têm raízes enfraquecidas devido a cáries extensas, doenças periodontais ou outras condições, pois, diferentemente da ponte, a prótese não requer o desgaste dos dentes naturais mais próximos.

Para pacientes que apresentam alergias a materiais usados em próteses tradicionais, a prótese flexível também é uma excelente alternativa, pois é feita de um material diferente, como poliamida. Além disso, a flexibilidade do material permite uma adaptação mais confortável à boca, reduzindo a irritação e o desconforto associados a algumas próteses mais rígidas.

5 vantagens da prótese flexível

Vantagens da prótese flexível

As próteses dentárias flexíveis oferecem várias vantagens em comparação com as próteses dentárias tradicionais (como dentaduras convencionais ou pontes fixas).

Algumas das principais vantagens são:

1 – Maior conforto: 

Como foi dito acima, a prótese flexível é feita de um material macio e flexível, como poliamida (nylon) ou resina termoplástica, que se adapta muito bem a arcada dentária e gengivas. Isso proporciona maior conforto ao usuário, reduzindo o atrito e a irritação que podem ocorrer com próteses rígidas.

2 – Estética: 

Muitos pacientes possuem preconceito e receio com uso de dentaduras e próteses por conta da estética. Entretanto, o material transparente ou da cor da gengiva usado nas próteses flexíveis permite que elas se misturem de forma mais natural com a cor dos tecidos bucais, tornando-as menos perceptíveis.

3 – Estabilidade e Retenção:

 A flexibilidade do material permite que a prótese se ajuste de maneira mais precisa à boca do paciente. Isso pode resultar em melhor estabilidade e retenção da prótese, reduzindo o risco de movimentação ou deslocamento indesejado durante a mastigação, ou a fala.

4 – Menos Destruição de Tecidos: 

A fabricação de próteses flexíveis requer menos desgaste dos dentes naturais adjacentes, o que preserva mais a estrutura dentária existente em comparação com a preparação necessária para pontes fixas.

5 – Opção para Pacientes com Alergias: 

Alguns pacientes podem ter alergias a materiais usados em próteses tradicionais, como metais. Nesses casos, por conta do material utilizado, os profissionais podem oferecer as próteses flexíveis.

5 desvantagens da prótese flexível

Embora as próteses dentárias flexíveis ofereçam diversas vantagens, também apresentam algumas desvantagens que são importantes e devem ser consideradas antes de o paciente optar por esse tipo de prótese.

Algumas das principais desvantagens são:

1 – Durabilidade Limitada

Em comparação com algumas opções de próteses mais rígidas, as próteses flexíveis podem ter uma vida útil mais curta. Isso acontece, pois, por ser um material flexível, ele pode desgastar com o tempo e pode ser menos resistente a certos hábitos, como ranger ou apertar os dentes.

2 – Favorecimento de acúmulo de placa e manchas

O material poroso utilizado nas próteses flexíveis, em alguns casos, permite o acúmulo de placa bacteriana e manchas, principalmente quando o paciente não realiza a higiene adequada. Isso pode levar a problemas dentários adicionais, como cáries e doenças gengivais.

3 – Menos resistente a alguns alimentos

Também por conta da maior flexibilidade do material, algumas próteses flexíveis podem ser menos resistentes a alimentos duros e pegajosos. Logo, é válido que os pacientes evitem certos alimentos para evitar danos à prótese.

4 – Ajustes Limitados

A flexibilidade do material pode tornar os ajustes mais limitados em comparação com próteses mais rígidas, como as pontes fixas, sendo mais difícil realizar modificações depois da conclusão do processo de fabricação.

5 – Dificuldade de adaptação Inicial

Alguns pacientes podem precisar de um período de adaptação mais longo para se acostumar com a sensação de uma prótese flexível na boca, especialmente se nunca tiveram uma prótese antes. Entretanto, essa dificuldade no início da adaptação pode ocorrer cm a grande maioria dos processamentos odontológicos.

Pode dormir com a prótese flexível?

Geralmente, não se recomenda dormir com qualquer tipo de prótese dentária, incluindo a prótese flexível, pois dormir com a prótese pode gerar diversos problemas na saúde bucal e diminuir a durabilidade e higiene da prótese.

Pode-se citar alguns motivos que justificam essa recomendação de retirar a prótese para dormir, como:

  • É necessário permitir um descanso para boca, para prevenir uma pressão em excesso nos tecidos bucais que podem gerar desconforto no paciente. 
  • Remover a prótese a noite ajudará o paciente a ter uma limpeza mais eficaz, evitando a formação de placas bacterianas e cáries.
  • O uso constante da prótese também pode prejudicar a forma original, sendo assim, retirá-la prolonga sua durabilidade

Sendo assim, conclui-se que, é recomendado que o profissional instrua o paciente a remover a prótese flexível antes de dormir e a coloque em um recipiente com água ou uma solução de limpeza. Por fim, pode-se recomendar também para que o paciente crie o hábito de limpar a prótese e a boca antes de colocá-la novamente pela manhã.

Valor prótese flexível:

Como se sabe, o valor de procedimentos na odontologia varia de acordo com diversos fatores, inclusive o custo para o profissional também pode variar. Mas, apesar disso, é possível estimar uma média do valor da prótese flexível entre R$600,00 e R$1500,00.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.