Atendimento

Planta de consultório odontológico: Entenda como funciona

Planta de consultório odontológico

A partir do momento em que o profissional da odontologia começa a atuar na área, um dos grandes objetivos é fazer os atendimentos em um local próprio, ou seja, onde você possa fazer o planejamento do lugar e montar o consultório conforme o seu gosto e as suas necessidades, tanto para que o trabalho seja feito da melhor forma possível quanto para que os clientes saiam satisfeitos com a estrutura. Sendo assim, a planta do consultório odontológico é um fator crucial para o sucesso do seu consultório.

Como montar planta de consultório odontológico

Antes de tudo, ao construir, reformar ou ampliar um consultório, é preciso estar ciente que os ajustes precisam corresponder com as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Por isso, alguns aspectos são necessários ao se planejar a construção de um consultório, como, por exemplo:

– Sala de espera e local para o trabalho da secretária e funcionários;
– Local climatizado e/ou bem ventilado;
– Área sanitária e depósito para materiais de limpeza;
– Área específica para esterilização de equipamento de trabalho;
– Acessibilidade.

Por isso, você precisa alinhar com o arquiteto, engenheiro ou responsável pela reforma, ou construção do local, todos esses pontos citados acima. Um local confortável, acolhedor, que vai permitir que você desempenhe o seu trabalho da melhor forma possível também conta pontos a seu favor.

O cirurgião dentista vai precisar ficar atento aos alvarás para a obra e para o funcionamento do local de trabalho. A documentação precisa ser encaminhada junto à prefeitura local, já que cada cidade tem as suas próprias regras e diretrizes. A partir das normas da Anvisa, outros pontos cruciais precisam ser observados pelo arquiteto ou engenheiro responsável pela obra. É possível destacar as instalações elétricas, hidráulicas e eletrônicas, a separação dos ambientes de maneira harmônica e o melhor aproveitamento possível do espaço físico disponível.

Equipamentos do consultório odontológico fazem parte do planejamento

Os materiais que serão utilizados pelo dentista também precisam ser considerados no momento em que se planeja a planta do consultório odontológico. São elementos indispensáveis para o melhor tratamento do paciente e são úteis no dia a dia do profissional. Podem ser enumerados, por exemplo:

– Conjunto odontológico (cadeira, pedal de comando, mesa do equipo, suctora, refletor e mocho);
– Autoclave odontológica;
– Compressor odontológico;
– Fotopolimerizador;
– Aparelhos de raio-X;
– Câmara escura;
– Jato de bicarbonato e ultrassom.

Acessibilidade é aspecto fundamental

O seu consultório precisa apresentar possibilidades para que pessoas com deficiência tenham maior facilidade para entrar no local e se locomover tanto no interior quanto no exterior do imóvel. O cuidado precisa vir desde a parte de fora, com uma atenção especial para a calçada, até a parte de dentro, onde rampas, corrimões e/ou elevadores ajudarão o paciente, ou acompanhante com deficiência, a circular pelo ambiente de forma independente.

Por fim, você tem algumas possibilidades para proporcionar um maior conforto aos seus pacientes. Um bom exemplo é o uso de aparelhos de ar condicionado, tanto na sala de espera quanto no local de atendimento. Esse recurso deixará não só os clientes mais satisfeitos, mas o seu dia de trabalho menos cansativo. Cadeiras ou poltronas confortáveis, revistas e televisores na antessala, também farão com que os pacientes se distraiam enquanto esperam pelo horário da consulta.

Sendo assim, a planta do seu consultório é fator crucial para você oferecer um atendimento de qualidade para os seus pacientes, assim como, tornar os seus dias de trabalho mais práticos e menos cansativos.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.