Tratamentos odontológicos

Periodontite avançada: o que é, sintomas e tratamento

periodontite avançada

Publicado por

Yuri

A periodontite avançada é a progressão de uma doença infecciosa, que inicia na gengivite, e causa a destruição progressiva dos tecidos de proteção e suporte dentário.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que as doenças periodontais graves afetem cerca de 14% da população adulta global, representando mais de um bilhão de casos em todo o mundo.

Sob esse ponto de vista, no texto de hoje do Blog do Codental, vamos conhecer mais a fundo esse quadro odontológico e como apoiar o paciente durante o tratamento.

Periodontite avançada: o que é? 

A periodontite avançada é o estágio mais avançado da doença periodontal comum, onde o acúmulo de bactérias causa a perda óssea e tecidual. 

Ao contrário do que muitos pensam, a periodontite avançada não é um quadro odontológico distinto e também não diz respeito a velocidade que a doença acomete o paciente. A periodontite em estágio avançado indica a progressão do dano causado aos ossos e tecidos.  

Nesse contexto, o primeiro estágio da periodontite é a inflamação da gengiva, ou gengivite, causada pela formação da placa bacteriana. 

Em seguida, se o acúmulo de placa e a inflamação das gengivas não forem tratados, as bactérias se proliferam e se aninham entre o dente e a gengiva, formando um espaço chamado bolsa periodontal. 

Desse modo, as bactérias são “protegidas” de medidas de higiene bucal básicas, como escovar os dentes, e suas toxinas afetam progressivamente o tecido gengival, o osso e os ligamentos que sustentam os dentes.

Causas da periodontite

A princípio, a higiene oral deficiente é a causa mais evidente no desenvolvimento da periodontite de uma forma geral.

De acordo com pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em parceria com o Ministério da Saúde, somente 49,4% da população brasileira se consultou com um dentista nos últimos 12 meses antes da entrevista.

Por isso, é importante que o cirurgião-dentista busque continuamente uma relação de confiança com os seus pacientes, a fim de promover uma sociedade mais saudável. 

Além disso, existem fatores ambientais, que fogem do controle do dentista, e que aumentam o risco da periodontite avançada. São eles: 

  • Genética;
  • Hábito de fumar; 
  • Diabete não controlada;
  • Estresse;
  • Uso de certos medicamentos.

Periodontite avançada: sintomas

Conforme citamos anteriormente, o primeiro estágio da periodontite é a gengivite.

Dessa forma, a inflamação e pequenos sangramentos na gengiva são os primeiros sinais de alerta. À medida que o quadro odontológico evolui, é possível observar: 

  • Sensibilidade a alimentos quentes, frios ou doces;
  • Alongamento dos dentes, em casos mais avançados com a exposição da raiz;
  • Retração gengival;
  • Mau hálito quase constante;
  • Perda óssea e tecidual; 
  • Mobilidade dos dentes. 

Além disso, a circulação sanguínea permite que as bactérias que infectam o periodonto se movam por todo o corpo, afetando o bem-estar integral do paciente. 

Periodontite avançada tem cura?

A resposta é sim! Com tratamento específico e medidas de higiene bucal adequadas, é possível cessar a periodontite e, inclusive, interromper o processo de afrouxamento dos dentes. 

Tratamentos da periodontite

A raspagem é um dos tratamentos mais utilizados no combate à periodontite avançada.

Uma vez que as bolsas periodontais estão diretamente relacionadas a progressão do quadro, esse método remove as placas bacterianas sem ser invasivo. 

Em seguida, é realizado o alisamento radicular, outra espécie de raspagem feita direto na raiz do dente, para alisar áreas irregulares e evitar o acúmulo de resíduos e, consequentemente, a placa bacteriana.

Além disso, dependendo do tipo de bactéria e anamnese do paciente, alguns antibióticos podem ser prescritos para completar a descontaminação dos tecidos periodontais.

Por fim, é importante estabelecer uma nova rotina de higiene bucal, bem como o uso de produtos específicos de limpeza para casos de gengivas retraídas e perda óssea.

O papel do dentista na prevenção da periodontite avançada

Outro ponto relevante, mas que não está necessariamente relacionado ao tratamento da periodontite avançada, é a comunicação e o acolhimento ao paciente.

Sabendo que os problemas odontológicos impactam na autoestima e confiança do paciente, aplicar um atendimento humanizado pode transformar a relação do seu paciente com os cuidados bucais.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.