Atendimento

Outubro Rosa e odontologia – Como o cirurgião dentista pode ajudar nessa causa!

Outubro rosa e odontologia

Apesar de possuir um importante papel, muitos dentistas não conhecem sua função dentro da campanha de conscientização do Outubro Rosa na odontologia.

O câncer de mama é uma doença de causa multidisciplinar oriunda da multiplicação desordenada de células anormais da mama que geram um tumor com capacidade de invadir outros órgãos. Conforme o Instituto Nacional de Câncer (INCA), para o ano de 2022 estima-se 66.280 casos novos, representando uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres.

Os tumores, de uma maneira geral, podem atingir qualquer indivíduo. Sejam benignos, como o tórus mandibular e o mioma, ou mesmo malignos, como os de pele e de próstata. Alguns deles, no entanto, podem ser ligeiramente mais comuns no sexo feminino. Como os tumores na tireoide, câncer de colo de útero e o de mama, o mais comum entre eles.

Diante da alta incidência do câncer de mama, houve a necessidade de promover uma campanha em massa para conscientização do diagnóstico e tratamento do câncer. Sendo assim, o Outubro Rosa é celebrado anualmente visando informar a população acerca da doença e facilitar o acesso aos exames para diagnóstico.

Logo, torna-se fundamental que o cirurgião dentista esteja por dentro da relação entre o Outubro Rosa e a Odontologia, para promover ações e conscientizar seus pacientes.

Outubro rosa e odontologia

Considerando a importância do atendimento multidisciplinar na odontologia, o cirurgião dentista tem um importante papel em unir forças para combater o câncer.

É imprescindível destacar a importância de adquirir conhecimento a respeito do câncer de mama, assim como, atualizar-se sempre sobre os aspectos dos tumores e seus estágios.

Sendo assim, é necessário conhecer os efeitos e prejuízos tragos pelos tratamentos quimioterápicos e radioterápicos, medicamentos, cirurgias, retiradas de linfonodos, e quais podem ser seus efeitos sistêmicos na cavidade oral, de modo a oferecer o melhor tratamento odontológico para esses pacientes.

Portanto, se faz necessário que o cirurgião dentista, trabalhe lado a lado com os outros membros da equipe multidisciplinar. Dessa forma, ele irá conhecer melhor seu paciente, e oferecer um atendimento humanizado e de qualidade.

Outubro Rosa no consultório odontológico

Por ser um profissional da saúde, é fundamental que o cirurgião dentista, incentive a disseminação de informações acerca do câncer. Uma maneira de fazer isso é utilizando a cor rosa, característica da campanha.

Por isso, de modo a celebrar o mês de conscientização, você pode realizar algumas ações simples. Um exemplo são mudanças na decoração da sala de espera, como a exposição do laço característico da campanha, flores, almofadas rosas ou balões da cor.

Além disso, os funcionários auxiliares do consultório, como secretárias, assistentes, podem utilizar um uniforme personalizado que esteja dentro do tema, ou uma camisa rosa.

Ainda, na sala de espera, enquanto aguardam o atendimento, podem ser disponibilizados panfletos e revistas sobre o tema, e até mesmo, exibir vídeos da campanha no televisor. Como conteúdo destes, deve haver a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce e ainda informações sobre locais nas proximidades que realizem os exames. 

Outra iniciativa interessante, é encaminhar mensagens de texto sobre a campanha para seus pacientes. O que pode ser efeituado manualmente, ou por um bom software odontológico como o Codental, que possui através de seu recurso de automatização, a possibilidade de criar campanhas para datas comemorativas, como o outubro rosa. Ainda, é possível criar um filtro capaz de selecionar apenas o público-alvo da campanha. Com isso, você pode ter um atendimento cada vez mais personalizado e ativo em relação à saúde dos pacientes.

Odontologia e oncologia

A presença do dentista na equipe multidisciplinar é fundamental para o tratamento do câncer, especialmente naqueles que acometem a cabeça e o pescoço (CCP).

Em meio a campanha de prevenção, o dentista pode ainda conscientizar também acerca destes. O câncer de cabeça e pescoço tem como principais medidas de prevenção o combate ao consumo de tabaco e de bebidas alcoólicas, sendo o grupo de risco homens com idade média de 40 anos.

O tratamento, que consiste em quimioterapia e radioterapia, pode gerar alguns efeitos colaterais na região bucal, como a mucosite, o trismo e a cárie de irradiação.

Primeiramente, a mucosite é a inflamação dos tecidos moles da boca, considerada uma das complicações imediatas da radioterapia. Já o trismo acontece quando o paciente não consegue abrir a boca corretamente, o que pode atrapalhar os procedimentos odontológicos.

Outro problema relacionado ao tratamento é a cárie de irradiação, consequência da diminuição do fluxo salivar e da oferta de carboidratos cariogênicos.

Como é possível perceber, as diversas formas de tratamentos para cânceres podem trazer consequências maléficas para a saúde bucal.

Logo, é fundamental que você, cirurgião dentista, coopere para a conscientização da população acerca dos diversos tipos de cânceres, assim como do câncer de mama, e abrace a campanha do outubro rosa.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.