Especialidades odontológicas

Odontologia clínica: tudo que você precisa saber!

Odontologia clínica

Após a conclusão da graduação em odontologia, várias dúvidas a respeito do mercado de trabalho surgem. Dentre essas dúvidas, a área de especialização é uma delas. Entretanto, a odontologia clínica é uma área de atuação do recém-formado, que pode ser explorada até se optar por uma especialização.

Confira, ao longo do texto, tudo que você precisa saber sobre a odontologia clínica, as principais competências de um dentista clinico geral e como atuar nessa área que é uma excelente porta de entrada no mercado de trabalho.

O que é odontologia clínica?

Ao pensar no dentista e em suas funções é comum associá-las a algum procedimento específicos de especialidades da odontologia. Entretanto, o que muitas vezes os recém-formados negligenciam é que o dentista pode realizar vários tipos de procedimentos sem possuir especialização, atuando na odontologia clínica.

Em resumo, a odontologia clínica se compara a função do clínico geral, exercida pelo dentista. Portanto, é uma área de extrema importância na odontologia, uma vez que é onde se costuma diagnosticar, prevenir, tratar e/ou encaminhar problemas corriqueiros.

Quais as responsabilidades de um dentista clínico-geral?

A função do dentista clinico geral é prevenir, diagnosticar e tratar várias condições, desordens e doenças dos dentes e gengivas, prestando serviços relacionados a manutenção da higiene oral e saúde bucal.

É na odontologia clínica que se inicia a primeira avaliação do paciente, e caso seja necessário é realizado o encaminhamento para o especialista mais indicado.

Os procedimentos mais comuns realizados na odontologia clinica são:

  • Atendimentos de urgência
  • Aplicação de flúor
  • Ajustes e polimentos de restaurações
  • Limpeza dental (Profilaxia)
  • Orientações de técnicas de higiene bucal
  • Pequenas restaurações
  • Raspagem de tártaro
  • Remoção de cáries

Qual o perfil de um dentista clínico geral?

O dentista clínico geral é um profissional da odontologia responsável por uma ampla gama de tratamentos e cuidados relacionados à saúde bucal. Sendo assim, algumas características e responsabilidades comuns do perfil de um dentista clínico geral são:

  • Educação e Treinamento: O dentista clínico geral deve ter completado um curso de graduação em Odontologia em uma instituição de ensino reconhecida e possuir registro no Conselho Regional de Odontologia do seu estado.
  • Diagnóstico e Avaliação: Eles são treinados para diagnosticar diversas condições bucais, realizando exames clínicos e, quando necessário, utilizando radiografias e outros métodos de diagnóstico por imagem.
  • Tratamentos Diversificados: Podem realizar uma ampla gama de procedimentos, incluindo restaurações (obturações), tratamentos de canal, extrações de dentes, limpezas dentárias, aplicação de selantes, entre outros.
  • Prevenção: Uma parte significativa do trabalho do dentista clínico geral é focada na prevenção de doenças bucais, educando os pacientes sobre higiene bucal adequada, dieta e outros cuidados preventivos.
  • Encaminhamento para especialistas: Quando um caso está fora do escopo de sua prática ou requer cuidados especializados, o dentista clínico geral encaminha o paciente a um especialista, como um ortodontista, periodontista, endodontista, entre outros.
  • Atualização contínua: É essencial que se mantenham atualizados com as últimas técnicas, tecnologias e conhecimentos na área odontológica para oferecer os melhores tratamentos possíveis.
  • Habilidades Interpessoais: Além das habilidades técnicas, é importante ter boas habilidades de comunicação e empatia para lidar eficazmente com os pacientes, entendendo suas necessidades e preocupações.
  • Gerenciamento de consultório: Muitos dentistas clínicos gerais também lidam com aspectos administrativos e de gestão de seus consultórios, o que inclui gerenciamento de equipe, manutenção de registros dos pacientes e questões financeiras.

Diferença da odontologia clínica e cirurgião dentista

Não há diferença entre essas duas áreas, normalmente o cirurgião dentista e o dentista clínico que dão o diagnóstico do paciente e dependendo do problema encaminham para o especialista.

Essas áreas são responsáveis pelo primeiro atendimento e contato com o paciente, sendo o recém-formado em odontologia denominado dentista clínico e/ou cirurgião dentista.

Quais são as especialidades da odontologia?

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) conta com 19 especialidades reconhecidas, sendo algumas delas:

Odontopediatria

Especialidade responsável por atender diretamente as crianças, cuidando de todos os assuntos relacionados a saúde bucal dos pequenos. Sendo assim, dentro dos cuidados dessa especialidade estão o repasse de orientações aos responsáveis, ensinamentos referentes a escovação e uso do fio dental, prevenção de problemas, dentre outros.

Endodontia

Especialidade responsável por estudar os canais radiculares, polpa dentária e os tecidos periapicais. Portanto, essa especialidade possui o objetivo de preservar o dente com procedimentos conservadores da vitalidade pulpar, procedimentos cirúrgicos no tecido para-endodônticos.

Periodontia

Especialidade que forma profissionais para o cuidado com patologias que atingem o periodonto. Dessa forma, as principais atribuições dessa área são avaliação diagnóstica, planejamento do tratamento, controle de doenças da gengiva e periodontais, além da prevenção e instalação de implantes e enxertos ósseos.

Odontogeriatria

Especialização responsável pelo cuidado da saúde bucal dos idosos, dedicando-se aos fenômenos do envelhecimento.

Prótese dentária

Responsável por restituir funções do sistema estomatognático com prótese dentária, podendo lidar com fraturas, coroas dentárias e espaços encontrados na arcada dentária. Entretanto, é uma especialidade que também beneficia a estética e o conforto do paciente.

Implantodontia

Área que trabalha com a confecção de implantes dentárias e efetua a cirurgia de implementação da prótese cirúrgica.

Ortodontia

Responsável por tratar a funcionalidade e o funcionamento dos dentes, sendo o responsável pela manutenção e colocação de aparelhos fixos e móveis.

O que é prevenção em odontologia

A prevenção em odontologia se resume em um conjunto de práticas e procedimentos destinados a evitar o desenvolvimento de doenças dentárias e problemas relacionados à saúde bucal. Sendo assim, existe uma variedade de estratégias, dentre elas:

  • Higiene bucal adequada: Instruir os pacientes sobre a importância da escovação regular e do uso do fio dental para remover a placa bacteriana e prevenir cáries e doenças gengivais.
  • Fluoretação: Uso de produtos com flúor para fortalecer o esmalte dos dentes e prevenir a desmineralização, que pode levar a cáries.
  • Consultas regulares ao dentista: Incentivar visitas regulares ao dentista para exames e limpezas profissionais, o que ajuda na detecção precoce de problemas e na manutenção da saúde bucal.
  • Selantes dentários: Aplicação de selantes em dentes molares e pré-molares em crianças e adolescentes para proteger as superfícies de mastigação dos dentes contra cáries.
  • Educação sobre saúde bucal: Ensinar sobre os efeitos do tabaco, álcool e outras substâncias nocivas à saúde bucal, e promover práticas saudáveis.
  • Uso de equipamentos de proteção: Como protetores bucais para esportes de contato, para prevenir traumas dentários.
  • Cuidados com a saúde geral: Reconhecer e tratar condições que podem afetar a saúde bucal, como diabetes, e discutir a importância da saúde bucal durante a gravidez.

Descubra 4 características da odontologia clínica:

A odontologia clínica envolve vários aspectos fundamentais para a prática profissional e o cuidado com a saúde bucal dos pacientes. Portanto, aqui estão quatro características principais da odontologia clínica que você precisa conhecer:

Diagnóstico e Tratamento de Condições Orais

Um dos principais aspectos da odontologia clínica é o diagnóstico, tratamento e manejo de uma ampla gama de condições orais. Dessa maneira, algumas das condições são as cáries dentárias, doenças periodontais, problemas de oclusão, lesões na boca e outras patologias orais.

Portanto, os dentistas utilizam uma variedade de ferramentas diagnósticas, como exames clínicos, radiografias e testes laboratoriais, para identificar problemas e planejar o tratamento adequado.

Procedimentos Restauradores e Cosméticos

A odontologia clínica frequentemente envolve procedimentos restauradores, como a colocação de obturações, coroas, pontes e próteses dentárias, que visam restaurar a função e a estética dos dentes danificados ou perdidos. Além disso, procedimentos cosméticos, como clareamento dental, facetas de porcelana e alinhamento ortodôntico, são cada vez mais populares para melhorar a aparência dos dentes e do sorriso.

Prevenção e Educação em Saúde Bucal

A odontologia clínica também se concentra fortemente na prevenção de doenças bucais e na promoção da saúde bucal. Sendo assim, inclui orientar os pacientes sobre a importância da higiene bucal adequada, hábitos saudáveis, além de realizar procedimentos preventivos, como limpezas profissionais e aplicação de selantes e flúor.

Atendimento Personalizado ao Paciente

A odontologia clínica exige uma abordagem personalizada para cada paciente. Dessa forma, isso envolve a compreensão das necessidades individuais, histórico médico, expectativas e preocupações dos pacientes. Portanto, o tratamento é adaptado para atender às necessidades específicas de cada indivíduo, levando em consideração fatores como saúde geral, idade, condições dentárias e objetivos estéticos.

Concluindo, a odontologia clinica combina ciência e cuidados centrados no paciente para proporcionar tratamentos eficazes e melhorar a saúde bucal.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.