Materiais odontológicos

Lupa odontológica: conheça tudo sobre o material

lupa odontológica

A lupa odontológica, também conhecida como óculos lupa, é um instrumento óptico muito presente nos consultórios, uma vez que elas são uma ferramenta essencial para os profissionais da odontologia.

Essas lentes possuem diferentes tipos, especialidades e marcas no mercado. Mas, de forma geral, esse objeto de aumento atua ajudando a melhorar a visualização dos detalhes dos dentes e da boca, proporcionando uma melhor precisão e eficiência em toda cavidade bucal.

Além disso, a lupa odontológica é de extrema importância no diagnóstico e tratamento. Portanto, esse artigo tem a intenção de mostrar a importância do uso de lupas odontológicas, os benefícios que ela apresenta e mais, veja:

Qual a função de uma lupa odontológica?

A lupa odontológica é um instrumento óptico de grande importância quando o dentista necessita de observar em particular algum detalhe com a máxima precisão. Ela possui o objetivo principal de aumentar a capacidade de visão do dentista, que é possível graças ao sistema de ampliação integrado em cada lupa. 

Além disso, a precisão de um tratamento dentário vai depender bastante da qualidade desse acessório. Alguns fatores são importantes para serem analisados na hora da escolha, como a óptica de suas lentes deve ser de qualidade e devem possuir um ajuste da distância interpupilar e da distância focal individualizados para cada dentista. Por isso é importante avaliar os modelos antes de comprar as lupas odontológicas, optando pelas mais adequadas segundo as necessidades do seu serviço.

Além disso, as vantagens da sua utilização vão para além da função citada acima, pois, além disso, ela vai ter um impacto direto na qualidade do diagnóstico e na aplicação do tratamento. Por isso, é um acessório fundamental em qualquer clínica dentária que deseje prestar um serviço de qualidade para o seu paciente.

Por que usar lupa odontológica?

Ergonomia e postura:

Muitos são os dentistas que sofrem de dores no pescoço e nas costas, devido principalmente a má postura na clínica, que podem causar dores musculares e contraturas. O uso de lentes de aumento evita uma maior inclinação para o paciente e é possível melhorar a postura

Sendo assim, ela reduz a fadiga e o desconforto, pois permite uma menor inclinação da cabeça e do pescoço e, portanto, diminui as dores sofridas pelo profissional.

Redução da fadiga ocular:

Além do esforço com a musculatura, os dentistas fazem um esforço visual constante para poderem ver as patologias dos pacientes em detalhe. A utilização de lupas odontológicas permite que o olho relaxe e consiga visualizar a cavidade oral do paciente muito melhor.

Aumento da visualização da cavidade oral do paciente:

Como já mencionado, há o aumento da visualização da cavidade oral do paciente, já que as lupas odontológicas proporcionam uma ampliação que pode chegar até 5x ou mais. 

Dessa forma, as lupas permitem que os dentistas obtenham detalhes que seriam invisíveis a olho nu, o que resulta em melhores diagnósticos e acabamentos, proporcionando melhores resultados e aumentando a satisfação do cliente em sua clínica, permitindo que os dentistas vejam detalhes que seriam invisíveis a olho nu.

Aumento da precisão do dentista:

Com a ampliação fornecida pelas lupas odontológicas, os profissionais de odontologia podem realizar procedimentos mais precisos e eficazes. Isso é especialmente importante para procedimentos como a colocação de restaurações dentárias e a realização de cirurgias dentárias, onde a precisão é essencial.

Redução de erros:

Com a melhoria da precisão e o aumento do campo de visão bucal que a lupa proporciona, os profissionais são capazes de reduzir o risco de erros em procedimentos, o que pode levar a resultados mais efetivos e reduzir o risco de complicações após o tratamento.

Maior produtividade:

Como as lupas odontológicas permitem uma melhor visualização e precisão, os profissionais podem realizar procedimentos mais eficazes em menos tempo. Portanto, isso levará a um aumento da produtividade, permitindo que mais pacientes sejam atendidos em um determinado período.

Melhor credibilidade e confiança:

Por último, mas não menos importante, o uso da lupa aumenta o nível de confiança dos pacientes, pois ela permite conseguir imagens mais claras, profissionais e detalhistas do problema do seu paciente.

Tipos de Lupa Odontológica

Existem diferentes tipos de lupas dentárias, estas variam conforme o seu desenho, adaptabilidade e suporte:

  • Lupas de sujeição à cabeça: São ajustáveis em diâmetro, tipo viseira, com lentes intercambiáveis, leves e práticas;
  • Lupas binoculares com montagem: As lupas estão incorporadas nas lentes dos óculos e são mais leves, porém, têm de ser adaptadas aos parâmetros de visão do utilizador e, portanto, são mais caras;
  • Lupas odontológicas adaptáveis: Existem lupas dentárias que podem ser utilizadas com ou sem óculos ou, também, podem ser encaixadas com ou sem armação. Elas possuem a vantagem de serem mais econômicas e adaptáveis pelo utilizador à sua anatomia.
  • Lupas dentárias com luz: As lupas dentárias com luz LED incorporada são muito úteis quando o dentista quer iluminar o campo visual de trabalho, especialmente em lugares profundos ou pequenos espaços. Suas vantagens são a qualidade e o tempo de utilização sem ser necessária uma recarga.

Que aspectos ter em conta na escolha das lupas?

Qualidade da lente da lupa odontológica:

O melhor método para avaliar esta qualidade é olhar para um objetos com linhas pretas retas. O sinal mais comum de lentes de baixa qualidade é uma baixa resolução em vez de linhas totalmente diretas e claras, ou seja, uma imagem nítida.

Distância de trabalho:

A distância de trabalho vai depender da altura do especialista e da forma como ele trabalha. Geralmente avalia a distância dos olhos do dentista à boca do paciente. Portanto, para conferir se a distância está correta, é necessário adotar uma postura que não só permite trabalhar facilmente, mas também vai evitar dores.

Campo de visão:

Os dentistas buscam por um campo de visão mais amplo porque é mais fácil e mais rápido ajustar e tratar um paciente, além de promover menos fadiga ocular. Sendo assim, para que o dentista tenha um bom campo de visão, muitas vezes, vai ser necessário o uso da lupa. 

Para escolher a melhor opção, o profissional deve avaliar o diâmetro da lupa e a potência de ampliação, pois são fatores que estão associados com a largura do campo de visão do profissional.

Transmissão de luz:

A transmissão de luz otimizada significa trabalhar com menos luz, reduzindo o esforço visual e minimizando a exposição à luz brilhante para o paciente.

Profundidade do campo:

A profundidade de campo é o alcance do foco fornecido pela lupa. Portanto, isso vai determinar o quanto a lupa pode ser inclinada ou deslocada, mantendo a atenção de todo o campo de visão. A profundidade de campo depende da iluminação, do design óptico, do poder de ampliação, da fadiga visual e da capacidade do olho para focar com menos esforço.

Ampliação ou magnitude:

A ampliação de uma óptica é a relação entre o tamanho da imagem e o tamanho do objeto. Dessa forma, a ampliação é importante, pois ela ajuda a identificar melhor as patologias, trabalhar mais confortavelmente, ver mais detalhes e também reduzir a fadiga ocular.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.