Doenças odontológicas

Língua dormente: entenda tudo sobre essa condição!

Língua dormente

A língua dormente é uma condição que por vezes preocupa os pacientes. Dessa forma, é muito importante que o dentista saiba orientar e explicar as possíveis causas dessa condição para o paciente, podendo tranquilizá-lo e auxiliar na causa base desse problema.

Pensando nisso, preparamos um artigo completo com tudo que você precisa saber sobre língua dormente. Confira!

O que leva a dormência na língua?

A sensação de formigamento e dormência é conhecida como “parestesia”, podendo afetar partes mais incomuns do corpo, como a língua.

O problema surge geralmente decorrente de danos nos nervos (neuropatia). Portanto, danos contínuos ao nervo podem levar à dormência (perda de sensibilidade) ou até paralisia (perda de movimento e sensação).

Os pacientes que apresentam a língua dormente se queixam normalmente de uma sensação de “alfinetadas e agulhadas”, o que geralmente é mais comum nos membros inferiores, caso se mantenham por muito tempo cruzados, por exemplo. Esse problema se dá quando uma pressão é sustentada sobre algum nervo. Dessa maneira, a sensação desaparece rapidamente quando se alivia a pressão exercida.

A parestesia é sentida frequentemente nas mãos, braços, pernas ou pés, podendo acometer outras partes do corpo, como boca, língua, peito, podendo ser constante ou intermitente.

Dessa forma, a parestesia pode ser causada por distúrbios que afetam o Sistema Nervoso Central, como encefalite, esclerose múltipla, acidente vascular cerebral – AVC, dentre outros. Entretanto, essa condição também pode ter como causa distúrbios que afetam nervos periféricos, como aterosclerose, síndrome do túnel do carpo, dentre outros.

É importante ressaltar, que caso o paciente se queixe de sentir dormência, agulhadas ou entorpecimento da língua, ou boca ao adormecer, isso se dá devido à inflamação do sistema linfático e à redução da circulação da linfa ao deitar. Portanto, leva a interferência na função do nervo, o que pode ser resolvido rapidamente movimentando as extremidades.

Língua dormente o que pode ser?

A dormência da língua, pode ser uma condição simples e de resolução imediata, ou um alerta do organismo sobre mudanças que podem ser sérias e necessitam de atenção. Portanto, é muito importante uma anamnese detalhada do paciente para o correto diagnóstico.

As principais causas de língua dormente são:

Alterações de humor por ansiedade ou estresse

Algumas pessoas que sofrem com ansiedade ou estresse podem sentir um ligeiro formigamento na língua, podendo desencadear mais ansiedade e pânico. Ainda, outros sintomas característicos, como medo constante, dor de barriga, tontura, insônia, tensão muscular e/ou boca seca, podem ser sentidos.

As alterações de humor refletem em todo o organismo, sendo a ansiedade patológica desencadeadora de várias alterações. Sendo assim, essa condição altera o sistema nervoso, podendo levar a episódios de formigamento na língua, acompanhados também de perda do paladar e gosto ruim na boca.

Dessa forma, apenas o acompanhamento odontológico não irá resolver o problema, devendo encaminhar o paciente para uma equipe multiprofissional para o devido tratamento.

Lesão no nervo pós-cirurgia

Uma sensação comum entre os pacientes é a sensação de formigamento na língua após cirurgia oral, como a extração de siso ou procedimento de canal. Nesses casos, a maioria dos pacientes apresenta o formigamento logo após o procedimento, sendo muito raro o aparecimento dessa condição tardiamente.

Os dois nervos mais comuns que contribuem para a sensação de formigamento na língua após a cirurgia bucal são o nervo lingual e o nervo alveolar inferior. Sendo assim, caso o paciente se queixe de língua dormente após algum procedimento, é importante tranquilizá-lo e informá-lo que geralmente a parestesia, nesses casos, desaparece por conta própria, no mais tardar em alguns meses.

Reações alérgicas

Alimentos também podem ser motivos de possíveis reações que levem a dormência da língua e/ou boca. Nesses casos, tal sintoma se apresenta devido reações alérgicas a algum tipo de alimento ou produto.

A língua dormente não é o único sinal dessa condição, reações como coceira na garganta, formigamento ou inchaço também são sinais de alergias. Sendo assim, caso desconfie que o paciente esteja apresentando um quadro alérgico, é imprescindível encaminhá-lo ao médico, uma vez que a reação alérgica a algum alimento pode ser fatal.

AVC – Acidente Vascular Cerebral

Um sintoma muito comum relato por pacientes durante um derrame ou AVC é a dormência em órgão sensorial. Ainda, outros problemas como dores de cabeça, vômitos, alterações de visão e falta de coordenação motora também são apresentados.

O AVC se dá devido à falta do fluxo de sangue no cérebro, podendo levar a danos severos. Sendo assim, caso perceba que o paciente apresenta essas condições, deve-se contatar a emergência imediatamente.

Hipocalcemia ou Hipoglicemia

Tanto a hipocalcemia, falta de cálcio na corrente sanguínea, como a hipoglicemia, o qual é a falta de açúcar no sangue, podem levar a espasmos musculares, língua dormente e tontura.

Entretanto, tal quadro se dá diante de alterações severas desses nutrientes, devendo o paciente ser encaminhado ao médico para devido tratamento.

Uso de medicamentos

Medicamento anestésicos em sua maioria causam sensação de formigamento e entorpecimento. Entretanto, como seu uso não é recorrente, essa reação instantânea do organismo desaparece em algumas horas.

Entretanto, é importante ressaltar que caso o problema seja duradouro é necessária devida investigação para avaliar melhor o que está ocorrendo com o paciente.

Paralisia facial

Uma condição que se revela por reações na língua é a paralisia facial, também conhecida como paralisia de Bell. Nessa condição, a dormência ocorre de maneira supérflua, e ainda dificulta a movimentação de todo o rosto.

Pacientes que apresentam essa condição devem iniciar exercícios que movimentam todos os músculos do rosto. Ainda, deve-se trabalhar com uma equipe multiprofissional visando o melhor prognóstico.

Falta de vitamina do complexo B

Alguns sintomas comuns de carência de vitaminas do complexo B são: cansaço fácil, irritabilidade, dor de cabeça, inflamação e formigamento na boca e na língua. Essa condição pode se apresentar devido ao baixo consumo de alimentos fonte dessa vitamina, ou devido ao uso de medicamentos que impedem a absorção.

Para resolver essa condição, deve-se analisar a utilização de medicamentos que interfiram na absorção de vitaminas do complexo B. Após análise, caso o problema seja algum medicamento, se deve orientar o paciente a conversar com o profissional que o prescreveu. Entretanto, se o problema se deriva do baixo consumo de alimentos fonte dessa vitamina, o encaminhamento do paciente a um nutricionista se faz necessário.

Infecções

A proliferação de bactérias na boca pode levar a dormência da língua. Nesse caso, as bactérias podem levar a infecções sérias, e se não tratadas devidamente podem comprometer toda a estrutura bucal.

Já as infecções virais, como o herpes, podem desencadear dormência no início do seu desenvolvimento, sendo fundamental orientar o paciente a importância do acompanhamento odontológico para um tratamento rápido e eficiente.

Doenças cardiovasculares

Pacientes que possuem problemas cardiovasculares ou histórico familiar de doenças cardiovasculares, ao primeiro sinal de dormência na língua, devem ser encaminhados ao médico. Isso se deve, pois, a língua dormente e o infarto podem ser situações paralelas, já que a dormência na língua é um dos sintomas de possíveis problemas no coração.  

Língua dormente é grave?

Como foi possível perceber, vários são os motivos que levam a língua dormente, podendo ter como origem problemas simples ou mais graves. Portanto, a correta anamnese do paciente e acompanhamento se mostra de extrema importância, podendo evitar desdobramentos indesejáveis, caso a condição que gere a dormência sejam patologias mais graves.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.