Doenças odontológicas

Hipossialia: tudo sobre essa condição

hipossialia

A hipossialia é o termo utilizado para a redução da secreção salivar (hipo: diminuição; sialia: saliva), e, não necessariamente, está relacionada à diminuição na produção de saliva. Dessa forma, preparamos um texto completo para você entender o problema.

O que é hipossialia?

Quando se fala em xerostomia, significa que existe uma sensação de boca seca devido a uma diminuição quantitativa apenas do fluxo salivar em repouso.

Já a hipossalivação, é a diminuição do fluxo salivar e pode ser identificada pela medida deste fluxo e pela identificação de alguns sinais quando se realiza o exame clínico da mucosa oral. No entanto, a hipossalivação muitas vezes é utilizada como sinônimo de xerostomia.

Sobre a saliva:

A secreção salivar é um líquido aquoso, secretado pelas glândulas salivares na cavidade bucal. Este fluido contém múltiplas substâncias, principalmente proteínas e glicoproteínas. Dentro das glicoproteínas destaca-se a mucina, molécula de elevado peso molecular que confere à saliva a propriedade mucinosa viscosa.

A saliva tem ação lubrificante, protetora e digestiva, além de uma série de outras funções indispensáveis para a manutenção da saúde. São elas:

  • Contribui para a autolimpeza bucal;
  • Manutenção da saúde dos dentes, da gengiva e mucosa bucal;
  • Contribui para um bom hálito;
  • Facilita a mastigação, a deglutição e fonação;
  • Tem ação antimicrobiana contra vírus, contra bactérias e contra fungos;
  • Auxilia o reparo e a cicatrização da mucosa bucal;
  • Contribui para a percepção gustativa (sabor) dos alimentos;
  • Equilibra o pH bucal (capacidade tampão);
  • Neutraliza o conteúdo do esôfago, diluindo o suco gástrico;
  • Protege os dentes contra as cáries;
  • Participa da digestão inicial do amido;
  • Contribui para a manutenção do balanço hídrico do corpo.

Problemas gerados pela hipossialia

Alterações na quantidade ou na qualidade da saliva, tem efeitos importantes sobre a saúde bucal. Sendo assim, a saliva ajuda a proteger contra a cárie dentária, a periodontite e outros problemas. Com a redução salivar, há um aumento da descamação e a capacidade de limpeza diminui, o que favorece a formação do biofilme lingual, provocando a alteração no hálito. Além disso, as restaurações podem apresentar manchas com mais frequência.

Sinais e sintomas da hipossialia:

Deve-se procurar ajuda profissional, quando o sintoma da boca seca já se perdura por ao menos duas semanas, existe dificuldade para deglutir a própria saliva, engasgos frequentes, tosse seca persistente ou se é preciso algum líquido para engolir alimentos.

O uso inadequado de alguma medicação, baixa ingestão de água, mastigação inadequada dos alimentos, além de também, estar associada a tratamentos de radioterapia e quimioterapia. Esses são indícios de que pode existir alguma alteração das glândulas salivares ou doença sistêmica.  

Causas

A boca seca pode ocorrer quando as glândulas salivares não estão exercendo suas funções adequadamente.

Estresse, envelhecimento, alguns medicamentos, tabagismo, uso de drogas, diabete, radioterapia, quimioterapia e doenças autoimunes (como a Síndrome de Sjögren) são algumas das situações que podem fazer com que essas glândulas alterem as suas funções.

Diagnóstico

Diante dos sinais e sintomas supracitados, é necessário realizar uma consulta com um profissional para fechar o diagnóstico e plano de tratamento, tentando solucionar ou amenizar o problema.

Tratamento da hipossialia

Caso não seja possível reverter totalmente o quadro, é possível que se consiga ao menos melhorar a qualidade de vida desses pacientes.

A laserterapia é um dos recursos utilizados nos tratamentos das disfunções salivares. Isto posto, um grande aliado à saúde salivar é a ingestão de quantidade correta de água diária.

Lembrando que nada substitui a saliva. Sendo assim, os produtos industrializados são utilizados para a melhora da lubrificação e umectação oral.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.