Procedimento Estético

Harmonização facial: valor, benefícios e muito mais

Harmonização facial valor

A harmonização facial trata-se de um conjunto de procedimentos estéticos que visam garantir uma maior proporcionalidade na região do rosto. Seu objetivo é tornar a face mais simétrica, possibilitando um equilíbrio estético e funcional integrado em áreas como o nariz, dentes, região do malar, queixo e lábios.

Você dentista pode exercer procedimentos estéticos faciais desde 2019, em que o Conselho Federal de Odontologia, com a Resolução 198, reconhece a harmonização facial como especialidade odontológica.

Ademais, algumas especializações, registros e comprovações são necessárias para o profissional atuar nessa área.

Vamos aprofundar nesse assunto!

O que é Harmonização Facial?

A harmonização facial é uma especialidade que busca transformar o rosto e suas proporções. Isto posto, o que a faz ser tão é atrativa é o fato dos procedimentos serem menos invasivos que uma cirurgia plástica.

Entretanto, ao contrário do que muitos pensam, os procedimentos não se relacionam apenas com questões estéticas, podendo melhorar questões funcionais, promovendo maior qualidade do sono e relaxamento facial prolongado.

Benefícios da Harmonização Facial

A Harmonização Facial está presente na maioria das figuras públicas e com isso vem sendo muito procurada. Alguns dos seus benefícios são a diminuição dos sinais de envelhecimento, como flacidez, rugas e marcas de expressão. 

O que ocorre não só pelo processo natural de envelhecimento, mas também pela alimentação, exposição excessiva ao sol, genética e maus hábitos. Dessa forma, a harmonização objetiva melhorar, assim, a aparência facial, deixando-a mais jovial e harmônica.

No procedimento são realizadas técnicas minimamente invasivas de rejuvenescimento, principalmente o uso dos chamados preenchedores, como o ácido hialurônico, Botox ou ácido poliláctico, usando agulhas e cânulas.

Como é o período de recuperação da harmonização facial

A harmonização facial possui uma recuperação simples e rápida, exatamente por não ser uma operação cirúrgica, que revive a área onde foi aplicada.

Como são utilizadas agulhas, é normal haver um pouco de inchaço, mas não há necessidade de se afastar do trabalho.

Além disso, pode haver um pouco de vermelhidão, dependendo do procedimento executado, mas esse efeito também é temporário e não limita as atividades do dia a dia.

Dessa forma, no período de recuperação é recomendado a proteção da pele da exposição solar e não fazer massagens faciais nos locais aplicados, para não prejudicar a aplicação das substâncias colocadas.

Substâncias usadas na harmonização facial

Ácido Hialurônico

O ácido hialurônico é naturalmente presente no corpo humano, porém são diminuídos com o passar do tempo, causando envelhecimento e flacidez da pele.

O tratamento com preenchimento é feito pela injeção de ácido hialurônico na área a ser harmonizada. 

Com isso, utiliza-se essa substância para dar mais volume aos lábios, bochechas e queixo, por exemplo.

Botox

O Botox, também conhecido como toxina botulínica, é uma substância que consegue impedir a contração muscular, promovendo a paralisia temporária do músculo.

Dessa forma, a aplicação de Botox é muito utilizada para levantar ou corrigir o ângulo das sobrancelhas, ou suavizar rugas de expressão, como pés de galinha na região dos olhos, por exemplo.

Ácido Polilático

Outra substância é o ácido polilático. Ele é considerado um bioestimulador, ou seja, é uma substância que estimula as células do corpo na produção de colágeno.

Sendo assim, tratamentos realizados com o ácido polilático permite a reestruturação da pele e tecidos subjacentes, combatendo a flacidez.

Quanto tempo dura uma harmonização da face?

O tempo de duração da harmonização facial pode variar de pessoa para pessoa.

Porém, em média a aplicação de ácido hialurônico dura até 2 anos, enquanto o Botox tem duração de seis meses a um ano.

Áreas de competência do dentista na Harmonização facial

Conforme a Resolução CFO-198, de 29 de janeiro de 2019, o cirurgião-dentista pode:

  • Usar a toxina botulínica, os preenchedores faciais e os agregados leuco plaquetários autólogos.
  • Ter domínio em anatomia aplicada e histofisiologia das áreas de atuação do cirurgião-dentista, bem como da farmacologia e farmacocinética dos materiais relacionados aos procedimentos realizados na harmonização orofacial;
  • Fazer a intradermoterapia e o uso de biomateriais indutores percutâneos de colágeno visando harmonizar os terços superior, médio e inferior da face, na região orofacial e estruturas relacionadas anexas e afins;
  • Realizar procedimentos bio fotônicos e/ou laserterapia, na sua área de atuação e em estruturas anexas e afins;
  • Realizar tratamento de lipoplastiafacial, técnica cirúrgica de remoção do corpo adiposo de Bichat (Bichectomia) e técnicas cirúrgicas para a correção dos lábios (liplifting) na sua área de atuação e em estruturas relacionadas anexas e afins.

Sendo assim, a Harmonização Facial é um tratamento totalmente personalizado e o seu objetivo é realçar a beleza natural de cada um, sem exageros.

Harmonização facial: valor dos procedimentos

O valor da harmonização facial vai depender de diversos fatores, como, por exemplo, a idade do paciente, seu ponto de partida e anseios.

Além disso, outras coisas que também impactam no preço da harmonização facial são as intervenções que serão realizadas, a substância utilizada e em quantas sessões serão feitas.

Conheça alguns procedimentos e seus respectivos valores:

Preenchimento facial

É uma das principais técnicas de harmonização facial. Geralmente é realizada com ácido hialurônico.

Sua função é ajudar a resgatar ou aumentar o volume dos lábios, queixo ou maçã do rosto, suavizar sulcos, rugas e linhas de expressão, a atenuar olheiras profundas e muito mais.

O preço do procedimento, neste caso, depende da área tratada, mas costuma ser a partir de R$ 1200.

Toxina botulínica

Mais conhecido como Botox, esse procedimento consiste em ajudar a levantar ou corrigir ângulos, reduzir marcas de expressão, prevenir formação de rugas, entre outras finalidades.

O preço deste procedimento costuma variar entre R$700 a R $1200.

Lifting facial não cirúrgico

O lifting não cirúrgico utiliza fios faciais de sustentação, isso para promover o efeito de levantamento e diminuir rugas do rosto e pescoço, reduzir flacidez e remover excesso de gordura.

Com fios PDO, a sessão custa a partir de R$800, de maneira geral.

Microagulhamento

Com o auxílio de agulhas, realizamos micro lesões na pele para estimular a produção de colágeno, que garante uma pele mais firme, com manchas e cicatrizes mais suaves.  As sessões custam a partir de R$400.

Bichectomia

A bichectomia é uma microcirurgia que visa remover as bolsas de gordura presentes na região das bochechas para realçar as maçãs do rosto e deixá-lo mais fino.

A técnica consiste em cortes na parte interna da boca, significando não haver suturas e cicatrizes. Sua recuperação é similar à da cirurgia de extração de siso.

De modo geral, custa a partir de R $2 mil.

Procedimentos odontológicos

A harmonização orofacial também busca o equilíbrio na relação estética e sorriso. E, para isso, alguns procedimentos odontológicos também costumam fazer parte do tratamento.

Um tratamento é a gengivoplastia, uma plástica gengival para corrigir defeitos, remover excesso de tecido e melhorar o formato da gengiva. Esse procedimento custa em média de R$300 a R$600 por dente.

Em resumo, os procedimentos costumam começar em R$800 e podem ir até R$10 mil, podendo variar conforme o profissional, região e clínica escolhida.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.