Doenças odontológicas

Feridas na boca: entenda tudo sobre

Feridas no céu da boca

A formação de feridas na boca pode significar vários problemas bucais que possuem diferentes origens. Uma das consequências principais dessas lesões é a dificuldade no momento de se alimentar. 

Portanto, o paciente ao comer passa a sentir um incômodo imenso, pois mesmo que o contato com a lesão seja mínima, ainda, sim, ele sentirá dor.

Além disso, para evitar que a lesão fique ainda maior, é fundamental redobrar os cuidados principalmente em relação à higiene oral, o que evita complicações futuras.

Vamos te explicar melhor quais são as possíveis causas desses ferimentos nos seus pacientes, veja:

Como é o céu da boca?

Palato é o nome que damos ao “céu da boca”, que basicamente é o “teto” da nossa cavidade oral. Ele é dividido em duas partes: palato duro (parte óssea anterior) e palato mole (parte mole posterior) é o que separa cavidade oral da cavidade nasal.

Além de fazer essa divisão, o céu da boca tem como principal função a de proteger a cavidade oral. Desse jeito, ele auxilia também na hora de engolir os alimentos e fala, participando assim de outros sistemas do corpo humano.

Dessa forma, por contribuir e fazer parte do processo de deglutição, pode acontecer de aparecer algumas feridas no céu da boca. São essas feridas que dificultam na hora de se alimentar, o que causa extremo desconforto ao paciente.

O que causa às feridas na boca?

Existem diversas causas para feridas na boca. Em pacientes que utilizam próteses, por exemplo, quando elas estão mal adaptadas, geralmente causam ferimentos. 

Já em pacientes que não fazem uso de próteses, o problema pode ser causado por baixa imunidade (feridas como aftas e úlceras), problemas estomacais, como estomatite, gastrite e úlcera gástrica. Portanto, são diversos os fatores que podem causar feridas na boca, podendo ser tanto por doenças quanto por lesões mecânicas.

Desse modo, as principais causas das feridas na boca são:

Úlceras bucais

Também conhecidas como aftas ou estomatite aftosa, as úlceras bucais podem provocar feridas no céu da boca.

Porém, além do céu da boca, as aftas podem atingir qualquer região da mucosa bucal, como, por exemplo, a língua, gengivas e até mesmo a garganta.

Desse modo, o incômodo gerado pelas aftas pode variar conforme o número de aftas presentes na boca do paciente, visto que ele pode apresentar uma ou várias.

Além disso, as aftas também podem aparecer devido a outras doenças, como, por exemplo, a amigdalite, que se identifica por “estourar” toda a boca.

Sendo assim, independente da quantidade, a afta é responsável por afetar o apetite do paciente. Isso corre devido a um desconforto gerado por sua presença, que se intensifica ao ingerir alimentos ácidos.

Não há um exame clínico que possa identificar o surgimento desse problema, o próprio paciente pode identificar a presença da afta.

Mucocele

Também conhecida como cisto benigno, ela pode aparecer na região da boca, língua, bochecha ou céu da boca.

A mucocele pode acontecer devido a algum impacto, hábitos disfuncionais como ficar mordendo repetitivamente os lábios e bochechas ou acúmulo de líquido de alguma glândula salivar. Além disso, ela pode ou não vir acompanhada de feridas no céu da boca, ou outra região a qual ela tenha afetado.

Essa condição não é contagiosa e assim como a afta ela regride naturalmente. Ou seja, ela se cura sozinha, porém em alguns casos o dentista pode realizar uma pequena cirurgia para removê-la.

Queimaduras

As queimaduras são uma das causas mais comuns que geram as feridas na boca, e todas as pessoas podem ter uma lesão por queimadura.

Ou seja, qualquer tipo de pessoa está sujeita a queimar a boca com algum alimento ou bebida mais quentes.

Porém, esse tipo de ferida no céu da boca não necessita de medicamentos, visto que geralmente a recuperação desse tipo de ferimento acontece num período de até uma semana.

Câncer bucal

Apesar de a maioria das feridas na boca serem sintomas de situações inofensivas, como aftas e queimaduras, em alguns casos as lesões podem significar sérios problemas.

Sendo assim, caso haja a presença de feridas no céu da boca que não cicatrizam mesmo após um período de duas semanas, sendo o tempo médio de recuperação das lesões bucais, deve-se procurar avaliar a lesão e tentar identificar o motivo da presença dela.

Portanto, existe a possibilidade de ela ser derivada de um câncer bucal. Caso seja constatado o câncer bucal, o tratamento deve-se iniciar de forma adequada o mais rápido possível para que as chances de cura sejam maiores.

Herpes labial

Feridas no céu da boca, principalmente aquelas que demoram um tempo a mais para cicatrizar, podem ser, eventualmente, herpes labial. Uma lesão comum causada pelo vírus do herpes simples, o herpes labial ocorre geralmente nos lábios, mas há casos em que a doença pode ocorrer no palato duro. 

Essas feridas se manifestam como bolhas dolorosas e cheias de líquido, que posteriormente se rompem e formam crostas.

O herpes labial costuma formar crostas quatro dias após o aparecimento e cicatrizam completamente após oito a dez dias.

Gengivite

Gengivite ou gengiva inflamada acontece quando há acúmulo da placa bacteriana (restos de alimentos que podem ficar nos dentes após as refeições) e bactérias.

A gengivite é uma das principais doenças periodontais. Seus sintomas incluem vermelhidão, inchaço e sangramento e, em casos mais graves, lesões na boca.

Quais os sintomas das feridas na boca?

Além da dor e incômodo, é possível que outros sintomas apareçam em alguns pacientes, como vermelhidão, inchaço e dor, principalmente quando algo toca na região ferida.

Em outros casos, é possível que essas feridas que originam no céu da boca geram uma sensação de queimação ou formigamento. Além disso, dependendo da gravidade do problema, é possível haver também dificuldade para conversar e se alimentar.

Agora, se as feridas apresentarem aspectos como bolhas, manchas, sangramento, lesões com mais de um centímetro de diâmetro, erupções cutâneas, dores nas articulações ou febre, é indicado que sejam feitas avaliações para descobrir a causa exata do problema e realizar o tratamento adequado o mais rápido possível. 

Como evitar às feridas na boca?

Quando falamos sobre prevenção, é essencial mudar alguns hábitos no dia a dia. Uma das formas de prevenir as lesões é a indicação de evitar alimentos muito ácidos e duros, já que esse alimentos podem ferir a mucosa bucal.

Além disso, a má higiene bucal pode causar o aparecimento de cáries, e é possível que os dentes atingidos lesionem a mucosa. Portanto, é fundamental falar com seu paciente sobre a importância da escovação e do uso do fio dental após todas as refeições.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.