Tratamentos odontológicos

Elásticos ortodônticos: tudo o que você precisa saber

elástico ortodontico

A utilização dos elásticos ortodônticos é clássica e de fundamental importância para o sucesso de diversos tratamentos, em procedimentos empregados pelos dentistas. A fim de garantir o alinhamento adequado dos dentes, o tratamento deve ser contínuo. Sendo assim, a retirada do mesmo em tempo inadequado de tratamento, pode prejudicar o resultado da dentição.

Dessa forma, a utilização desse material e os procedimentos a respeito do mesmo, podem gerar dúvidas. Sendo assim, com a matéria abaixo, viemos esclarecê-las, explicando melhor as funções, objetivos e utilizações desse tipo de elástico.

Conceituação e função dos elásticos ortodônticos

Os elásticos ortodônticos são abarcados pela área da ortodontia estética. Eles compreendem um tratamento comum nos consultórios odontológicos, nos quais são geralmente fixados nos ganchos de aparelhos fixos. Tal processo, auxilia numa rápida evolução dos problemas inicialmente apresentados na dentição. Dessa forma, o encaixe dos dentes se torna mais adequado futuramente, tornando a dentição mais harmônica e funcional.

Dessa forma, a aplicação eficaz do tratamento, proporciona: um melhor alinhamento dental, uma mordida adequada, bem como uma melhora na movimentação dos dentes. Ademais, as formas e posições de colocação dos elásticos (bem como do aparelho) podem variar dependendo de alguns fatores, tais como:

– Posições anatômicas dos dentes;
– Condições bucais e possíveis patologias;
– O resultado esperado pós-tratamento;
– Nível de comprometimento não só da dentição, como da estruturação da arcada e arcabouço ósseo do paciente analisado;

Os elásticos em si, podem variar de características conforme a necessidade do paciente. Podendo, portanto, variar em espessura (finos e grossos), tamanho e local de colocação. Ademais, os mesmos possuem cores diferentes, as quais cabe ao paciente escolher o que mais o agrada. Geralmente, crianças e adolescentes costumam escolher cores mais vibrantes, enquanto jovens e adultos, preferem cores mais discretas.

Tipos de elásticos ortodônticos

As famosas “borrachinhas” utilizadas, possuem uma variedade de modelos. Podendo ser encontradas de três formas diferentes:

  • Intraorais – utilizados na maxila ou mandíbula;
  • Extraorais – Indicados para aparelhos externos que afetam não só a dentição, como estruturas ósseas da face;
  • Em formato de V – triangular, indicados para extrusão leve, intercuspidação e infraoclusão;
  • Retangulares ou em forma de U – utilizado tanto na arcada inferior como posterior, otimiza a intercuspidação, e extrusão dentária.

Indicações e utilização dos elásticos ortodônticos

O adequado tratamento da mordida (transversal, horizontal ou vertical), dependendo fundamentalmente da escolha adequada do tratamento, que envolve, na maioria, a escolha do tipo e posição dos elásticos ortodônticos. Dentre muitas indicações para a utilização desse material, podemos citar:

– Diastema e má oclusão dental;
– Projeção da mandíbula e estimulação do desenvolvimento da maxila;
– Correção da linha média e antero posterior da arcada;
– Correção dos dentes escavalados e de muitos problemas associados a mordida inadequada;
– Movimentações ortopédicas.

As indicações dos elásticos, servem para quase todos os tratamentos com aparelhos ortodônticos. Ademais, a fim de aumentar a eficiência e periódico reajuste do tratamento, as visitas ao dentista são imperativas. Dessa forma, há aumento vertiginoso da eficiência do tratamento e periódico reajuste.

Nessas visitas ao consultório são realizadas a troca das “borrachinhas” e tratamentos profiláticos e de higiene, realizadas a fim de garantir a manutenção das borrachinhas, que devem ser frequentemente trocadas para manutenção da higiene, estética e funcionalidade das mesmas.

Contraindicações

As contraindicações ao tratamento são quase nulas, exceto para aquelas pessoas alérgicas a látex (material principal dos elásticos). Nesses casos, existem elásticos de outros materiais que podem ser utilizados para pacientes nessa condição.

É importante ressaltar que os tratamentos indicados e posteriormente realizados pelos dentistas, devem sempre ser feitos mediante prévia análise e anamnese do caso específico do paciente. Dessa forma, o tratamento será mais efetivo e eficiente, não havendo risco de possíveis inadequações e prejuízos a dentição do indivíduo submetido ao procedimento.

Vantagens da utilização

Logo nos primeiros instantes de uso, já é perceptível o efeito advindo do tratamento com elástico. As vantagens incluem: aceleração da movimentação ortodôntica, e principalmente otimização do resultado estético e funcional do tratamento. Tais questões são somente perceptíveis, mediante ao uso pelo tempo determinado e manutenção frequente do dentista.

Dessa forma, o paciente garante uma dentição mais simétrica, funcional, e com estética excelente. Além disso, os tratamentos são permanentes, ou seja, as alterações bucais benéficas advindas do uso de aparelhos, ficam por muitos anos e até mesmo a vida toda com o paciente.

Dicas e cuidados necessários com os elásticos ortodônticos

É função do dentista recomendar alguns cuidados e recomendações necessários ao paciente, após a consulta. Isso garante um efetivo e adequado tratamento. Dentre essas recomendações, podemos citar: evitar retirar os elásticos desnecessariamente (entretanto, também não exagerar no uso), fazer trocas frequentes, manter a posição correta, bem como uma adequada higiene bucal.

Informações adicionais

Os elásticos ortodônticos dos pacientes podem variar conforme a espessura, como já anteriormente citado. Dessa forma, os elásticos mais finos devem ser submetidos a um cuidado maior e mais minucioso do paciente. Isso se dá, pois os mesmos tendem a se romper e mudar de posição mais facilmente, quando comparado aos elásticos mais grossos, prejudicando assim a fluidez do tratamento.

Além disso, apesar das variações de cores, o modelo de cor bege possui uma resistência maior que os demais modelos, reduzindo o tempo de tratamento do procedimento.

Considerações Finais

Muitas pessoas podem ficar preocupadas e ansiosas com o processo de colocação, a utilização dos aparelhos e elásticos, e o tempo longo de tratamento. Entretanto, é impostante ressaltar que o processo não se torna penoso com bom diagnóstico do problema e a utilização contínua e adequada do aparelho. Há evolução mais rápida e resultados mais satisfatórios seguindo essas diretrizes.

Essa vitória no tratamento, depende tanto da capacitação e empenho do profissional, quanto da responsabilidade do paciente (com relação à higiene bucal e as visitas ao consultório). Com tais processos bem estabelecidos, o sucesso é eminente e a retirada do aparelho e dos elásticos, pós-resultados atingidos, é certa.



Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.