Materiais odontológicos

Detergente enzimático: o que é, como usar e muito mais

Detergente enzimatico

A esterilização dos instrumentos odontológicos é fundamental na biossegurança odontológica, sendo a limpeza e a desinfecção a etapa prévia desse processo. Nesse contexto, o uso do detergente enzimático se faz essencial para atingir o nível de limpeza necessário.

Os materiais e instrumentais odontológicos estão em constante contato com a cavidade bucal, e consequentemente, com a saliva. Dessa maneira, são fonte de contaminação cruzada, sendo extramente indicado o uso do detergente enzimático para evitar esse problema.

Dessa forma, preparamos um artigo completo com as principais dúvidas e informações sobre esse produto tão utilizado na odontologia.

O que é detergente enzimático?

O detergente enzimático é um detergente de uso hospitalar e odontológico, que tem como função a dissolução de material orgânico, como secreções, sangue, entre outros.

Esse produto é indicado para instrumentos odontológicos devido seu uso atingir um alto grau de limpeza. Dessa forma, o detergente enzimático se diferencia dos detergentes comuns por ser tensoativo, ter pH neutro e possuir enzimas hidrolíticas. Além disso, esse tipo de detergente não é corrosivo, nem tóxico, não mancha os instrumentos, além de não produzir espuma e ser biodegradável.

Diferença entre o detergente enzimático odontológico e os de uso hospitalar

A diferença entre os detergentes enzimáticos odontológicos e os detergentes enzimáticos hospitalares está na quantidade de enzimas da formulação. Sendo assim, até seis enzimas se tem o de uso odontológico, e acima de sete enzimas o de uso hospitalar.

Em centros cirúrgicos se utiliza a versão Foam, que é uma versão em espuma do detergente enzimático, própria para a pré-limpeza desses ambientes.

É importante ressaltar que o produto tem como função limpar e não desinfetar.

Para que serve o detergente enzimático?

A principal função do detergente enzimático é acelerar as reações químicas que promovem a degradação de resíduos orgânicos. Dessa maneira, no processo de limpeza dos instrumentos odontológicos, as enzimas presentes no produto agem como catalisadores do rompimento de cadeias complexas de proteína, gordura, carboidrato e amido.

O detergente enzimático, então, exerce ação sobre substratos como saliva, muco, tecidos, sangues e secreções em geral, executando uma limpeza mais profunda que um detergente convencional executaria. Portanto, possui rápida capacidade de dissolução de material orgânico. Sendo assim, contribui para o alto nível de limpeza dos instrumentos, tendo como vantagem extra a biodegradabilidade dos componentes presentes em sua fórmula.

A escolha de utilizar o detergente enzimático no consultório odontológico é uma excelente forma de otimizar a limpeza dos instrumentos. Dessa forma, torna-se a limpeza mais rápida e eficiente, além de ser um produto biodegradável e sustentável.

Como usar o detergente enzimático?

A indicação da proporção correta utilizada vem indicada na embalagem por variar conforme cada fabricante. Dessa forma, se garante a eficácia do produto, além de evitar desperdícios. Ainda, o tempo padrão de imersão dos instrumentos é em média de 5 minutos.

Ao utilizar o detergente enzimático, os instrumentos são imersos em uma solução de detergente e água por um determinado período, determinado por cada fabricante. Dessa forma, durante esse tempo imerso ocorre a degradação do material orgânico.

É de extrema importância seguir as orientações do fabricante, pois pode ocorrer diferenças entre as marcas, que por consequência irá influenciar no resultado ou na preparação da solução.

Em geral, após o enxágue dos instrumentos utilizados para a remoção de resíduos mais grosseiros, acrescenta-se cerca de 3 a 5 ml de produto para cada litro de água. Isto posto, a mistura deve ser colocada em um recipiente de tamanho suficiente para os instrumentos ficarem submersos na solução por um período pré-determinado, que pode variar de 3 a 10 minutos.

Em seguida, se deve realizar uma delicada limpeza mecânica para a remoção dos restos de resíduos degradados. Ainda, deve-se utilizar escovas sintéticas macias para não danificar os instrumentos. Após esse processo, efetua-se o enxágue dos instrumentos e posterior secagem com papel toalha, preparando-os para o processo de embale e esterilização.

Um ponto importante a citar, é que o uso do detergente não dispensa a necessidade do uso de alguma solução desinfetante nos instrumentos. Pois, as enzimas efetuam a remoção da matéria orgânica, mas não possuem a capacidade de eliminar os microrganismos.

Não é recomendado a adição de outros produtos químico ao detergente enzimático, visto que poderá alterar o pH da solução enzimática e inativar as enzimas do produto.

As enzimas não são agentes de limpeza, elas atuam nos resíduos por quebra de moléculas, efetuando a remoção do material biológico do instrumental. Portanto, a associação ao detergente, torna a limpeza mais efetiva.

Dicas importantes:

  • Quanto maior o número de reentrâncias um instrumento apresentar, maior atenção se deve ter em relação à limpeza do mesmo, visto que isso facilita a aderência de microrganismos e outros substratos orgânicos.
  • O detergente enzimático atua melhor sobre substratos que ainda não secaram nos instrumentos. Sendo assim, se faz importante desenvolver o habito de realizar esse procedimento em um breve intervalo de tempo, após os atendimentos, para que os resíduos não sequem.

Porque utilizar detergente enzimático

A utilização do detergente enzimático nos consultórios odontológicos é crucial para os profissionais da odontologia, por impedir a proliferação de fungos e bactérias, além de eliminar restos de materiais orgânicos. Dessa forma, se garante maior biossegurança, prevenindo o contato de pacientes com instrumental potencialmente infectado ou mal higienizado.

O seu uso pode ainda ser potencializado com as cubas ultrassônicas, e aumenta a durabilidade dos instrumentos por não ser corrosivo, não causa danos as superfícies, além de eliminar toda a matéria orgânica.

Onde comprar detergente enzimático odontológico

Os detergentes enzimáticos odontológicos podem ser adquiridos nas dentais, as quais são lojas especializadas em produtos odontológicos. Ainda, o mesmo pode ser adquirido na internet em diversas lojas e sites como mercado livre.

O valor varia conforme a quantidade de produto, sendo as embalagens de 1 litro custando de R$30,00 até R$50,00, dependendo da marca e revendedor.

Conclusão

Utilizar o detergente enzimático no consultório é uma forma de entregar segurança e qualidade de atendimento aos pacientes e a equipe, sendo uma limpeza de alto grau, com excelente custo-benefício. Sendo assim, uma limpeza de alto desempenho dos instrumentais pode ser um detalhe importante, sendo fundamental para a apresentação final de um serviço de qualidade e responsabilidade.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.