Empreendedorismo

Dentista online: como funciona?

Dentista online

No cenário desafiador da pandemia do coronavírus, a área da saúde, incluindo a odontologia, teve que buscar soluções para se adaptar. Nesse contexto surgiu a possibilidade de um atendimento de dentista online, uma solução eficaz às limitações da época por conta do distanciamento social. 

Mesmo com a volta dos atendimentos presenciais, a possibilidade de ter um dentista online ganhou o coração de muitos pacientes que relatam uma rotina corrida. Porém, por ainda ser considerado uma novidade, este artigo busca esclarecer todas as dúvidas que cercam o atendimento odontológico online, entendendo como funciona, o que é necessário caso um profissional queria iniciar atendimentos à distância, o que é permitido ou não, valores, etc. 

Dentista pode fazer consulta online?

Sim! Em 2020, o Conselho Federal de Odontologia publicou um guia de esclarecimento regulamento o atendimento odontológico online, reiterando alguns pontos importantes. Durante o esclarecimento, o CFO responde que a regulamentação do teleatendimento não tem validade, ou seja, não se limita à pandemia e dentistas podem fazer consulta online independente do momento. 

No entanto, a regulamentação estabelece algumas limitações. Fica proibido neste regulamento o exercício da odontologia a distância na rede pública para consulta, diagnóstico, prescrição e elaboração de planos de tratamento. Além disso, clínicas de graduação ou pós-graduação também não estão autorizadas a realizar atendimento a distância, uma vez que são consideradas pessoas jurídicas. 

O que é a Teleodontologia? 

A teleodontologia é uma área da telemedicina que utiliza tecnologias digitais para fornecer serviços odontológicos à distância, incluindo consultas virtuais, monitoramento remoto e aconselhamento.

Ela envolve o uso de videoconferências e outras ferramentas online para oferecer atendimento odontológico remoto, o que é um ponto positivo a pensar em pessoas que por algum motivo de saúde ou geográfico não podem sair para irem ao consultório. Além disso, ela pode ser útil para consultas de acompanhamento, triagem inicial de casos, educação do paciente e suporte remoto em situações emergenciais.

Entretanto, em alguns casos a consulta online não substitui totalmente a necessidade de exames físicos presenciais, especialmente para procedimentos mais complexos que exigem intervenção direta.

Como funciona a consulta de um dentista online?  

A consulta de dentista online é semelhante ao atendimento presencial, porém, nela se faz necessário mais conversas, uma anamnese mais completa, e ferramentas digitais que facilitem o atendimento. 

Assim como no tradicional, é possível separar o atendimento em algumas etapas e citar pontos importantes:

1. Agendamento e cadastro:

O paciente realiza o agendamento da consulta online, muitas vezes por meio de um software odontológico, que facilita esta etapa. 

Caso seja a primeira vez do paciente, a clínica deve optar por um cadastro completo, e mediante um software como o Codental, o paciente consegue responder ao formulário ou anamnese, que o profissional consegue já deixá-lo assinado e armazenado pelo próprio dispositivo. 

Essa etapa inicial, já pronta, auxiliará o profissional a, antes mesmo da consulta, entender melhor o que levou aquele indivíduo a marcar uma consulta e realizá-la de forma mais direta. 

2. Plataforma de comunicação:

A consulta pode ocorrer por meio de plataformas de videochamada, como Zoom, Skype, Google Meet, ou sistemas específicos. Além disso, algumas clínicas também podem ter suas próprias plataformas online para realizar as consultas.

Muito importante pontuar que o profissional deve sempre conferir a internet disponível, para evitar que, durante o atendimento, fique travando ou ocorrendo erros de conexão, o que deixa a consulta mais demorada. 

O profissional também precisa orientar ao paciente que ele necessitará de um dispositivo com câmera e conexão à internet, além de ambiente silencioso e bem iluminado, pois é essencial para que o dentista possa avaliar adequadamente.

Por fim, outro ponto importante, é que o profissional se organize para entrar na chamada cerca de 10 minutos antes para que, caso esteja com algum problema na conexão, ele consiga resolver antes do paciente entrar.

3. Entrevista e avaliação:

O dentista realiza uma entrevista inicial, assim como no atendimento presencial, para conversar sobre as respostas do paciente na anamnese e entender melhor. 

4. Diagnóstico e recomendações:

Com base nas informações coletadas, o dentista deve realizar um diagnóstico preliminar e oferecer recomendações, incluindo orientações de higiene bucal, ou sugestões para cuidados em casa.

Além disso, pode também baixar os documentos de solicitação de exames e de receitas disponíveis ao fim do atendimento caso haja necessidade.

5. Encaminhamento para consulta presencial:

Em alguns casos, pode ser detectado que uma consulta online não será suficiente naquele caso, logo o dentista pode recomendar uma consulta presencial para realizar procedimentos que exigem a presença física do paciente.

6. Pagamento e documentação:

O pagamento pelos serviços pode ser feito online, e os registros da consulta devem ser documentados eletronicamente, incluindo prescrições, orientações e qualquer outra informação relevante.

Qual o valor de uma consulta de dentista online? 

Assim como na consulta presencial, cabe ao profissional definir a forma e o valor de cobrar o paciente, a depender do serviço prestado. Por isso, os valores variam em média de R$ 60,00 a R$ 150,00 por consulta. 

Assinatura digital para dentistas:

A adesão à assinatura digital é muito importante para dentistas que fazem atendimento online, pois facilita o trânsito de documentos odontológicos em ambiente digital, garante maior segurança na relação entre dentista e paciente e ainda tem a mesma validade legal da assinatura física. Além de auxiliar nos atendimentos online, assinatura digital também permite acesso a diversos serviços públicos. 

Através da assinatura digital, o profissional consegue baixar os modelos de receita, atestado ou relatório, preencher e assinar digitalmente, utilizando certificado ICP Brasil por meio do programa Adobe Acrobat. Por fim, envia o arquivo assinado ao seu paciente, que, por sua vez, pode enviar esse arquivo à parte interessada para validação de documentos na plataforma oficial do ITI. 

Para auxiliar, o Conselho Federal de Odontologia disponibiliza modelos editáveis de diversos documentos, para que o profissional consiga preencher, em programa Adobe Acrobat, e assinar com certificado digital ICP-Brasil. 

Clique no link abaixo para ter acesso aos modelos de documentos editáveis disponíveis gratuitamente pelo CFO:

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.