Tratamentos odontológicos

Como evitar cáries: 5 dicas que você precisa saber

como evitar cáries

A cárie dentária é uma condição que traz diversos malefícios para a saúde bucal e geral. Por isso, é muito importante que o paciente saiba como evitar cáries.

Além da dor e sensibilidade nos dentes afetados, a cárie pode levar a complicações mais graves, como infecções e abscessos. Essas infecções podem se espalhar para outras áreas da boca e até mesmo para outras partes do corpo, causando sérios problemas de saúde. Se não tratada, a cárie dentária pode levar à perda do dente afetado, comprometendo a mastigação, a fala e até mesmo a autoestima do indivíduo.

Logo, como é essencial prevenir a cárie e suas complicações, esse artigo dará 5 formas de evitar cáries e auxiliar os pacientes, além de dicas para evitar cáries em crianças e em pacientes com aparelho ortodôntico.

1- Atenção à placa bacteriana e ao tártaro:

Cárie dental

A placa bacteriana e o tártaro podem causar cáries devido à ação das bactérias presentes nesses acúmulos na superfície dos dentes. A placa bacteriana, formada por bactérias, resíduos alimentares e saliva, produz ácidos que corroem o esmalte dentário, levando à formação de cavidades dentárias. 

O tártaro, por sua vez agrava a proliferação bacteriana e dificulta a remoção da placa pelos métodos convencionais de higiene oral. Logo, com o profissional sempre atento e orientando seus pacientes sobre os riscos das placas bacterianas irá evitar o aparecimento das cáries.

2- Promova uma campanha multiprofissional com nutricionista:

O aconselhamento nutricional desempenha um papel importante na prevenção da cárie dentária, pois uma dieta equilibrada e adequada pode reduzir o risco de desenvolver cáries. É possível fazer uma campanha multiprofissional, com dentistas e nutricionistas, com objetivo de orientar e aconselhar nutricionalmente em relação à influência de maus hábitos alimentares no risco de cárie dentária. 

Algumas diretrizes serão cruciais para evitar cáries, como: 

  • Redução do consumo de alimentos ricos em açúcares
  • Incentivo ao consumo de alimentos protetores, como ricos em vitamina C e cálcio, que protegem os dentes e as gengivas 
  • Orientação da ingestão adequada de água

3- Oriente a troca de escova de dente regularmente:

Essa orientação é muito importante, uma vez que se sabe que trocar a escova a cada três meses, ou antes, caso esteja desgastada, reduz o risco de cáries, pois cerdas gastas perdem a eficácia na remoção da placa bacteriana e resíduos nos dentes. Além disso, a substituição frequente diminui a proliferação de bactérias e a contaminação, garantindo uma higiene mais eficiente. Por fim, a troca periódica também previne a perda de eficácia do material da escova. 

4- Marque retornos regulares à clínica odontológica:

É essencial que os dentistas fiquem atentos aos retornos dos pacientes para evitar cáries e manter a saúde bucal. Durante essas consultas, o profissional realizará limpezas profissionais, identificar precocemente o início de cáries ou outros problemas dentários, fornecer orientações sobre a higiene oral adequada e pode aplicar flúor ou selantes dentários para fortalecer o esmalte dentário e proteger contra cáries.

 Além disso, essas visitas são uma motivação para manter bons hábitos de higiene oral e permitem uma avaliação geral da saúde bucal para prevenir problemas mais graves no futuro.

5- Informe os primeiros sintomas de cáries:

Cárie nos dentes

Informar para que os pacientes saibam reconhecer os primeiros sinais de cárie é crucial para uma detecção. Alguns principais sintomas são:

  • Sensibilidade nos dentes
  • Manchas brancas
  • Dor ao mastigar
  • Fissuras
  • Dor espontânea
  • Sensibilidade à pressão
  • Furos nos dente

Saber esses sintomas permite que sejam tomadas medidas preventivas e tratamentos menos invasivos, evitando danos mais graves aos dentes, complicações e procedimentos dentários dispendiosos.

Além disso, a identificação precoce também possibilita ajustes na rotina de higiene oral e alimentação, prevenindo perda de dentes e infecções.

Como prevenir a cárie infantil: 

O cuidado com a saúde bucal das crianças pode gerar muitas dúvidas aos pacientes e é importante essa orientação desde cedo para que as crianças cresçam com boa saúde dentária. 

 Para prevenir cáries em crianças, é fundamental cultivar bons hábitos de higiene bucal desde cedo. Sendo assim, os pais devem iniciar a higienização da boca do bebê mesmo antes dos primeiros dentinhos aparecerem. Essa higienização pode ser feita utilizando gaze ou fralda umedecida com água morna para limpar suavemente a gengiva.

Quando já estiverem com os dentes de leite, os cuidados devem ser semelhantes aos dentes permanentes, pois eles desempenham um papel crucial na mastigação e na manutenção do espaço para os dentes permanentes.

Devem também evitar práticas que facilitem a transmissão de bactérias para as crianças, como beijar a boca do bebê ou assoprar alimentos.

A higiene e escovação devem ser realizadas regularmente, especialmente antes de dormir, pois a falta de limpeza durante o sono aumenta o risco de cáries. 

Além disso, a alimentação deve ser cuidadosamente monitorada para evitar uma dieta rica em açúcares e carboidratos, que podem levar à erosão dentária. Por fim, estabelecer uma rotina alimentar e de escovação, tornar a hora da escovação divertida e permitir que a criança escove os dentes sob supervisão são práticas que ajudam a criar hábitos de limpeza.

Como evitar cáries com aparelho:

Devido a maior dificuldade de fazer uma higienização completa e correta nos dentes que possuem aparelho ortodôntico, muitos pacientes acabam sofrendo com o surgimento das cáries. Por isso, é importante que o profissional responsável, além de seguir as 5 dicas citadas acima, dê uma atenção especial e algumas dicas extras, como:

Evitar alimentos pegajosos, duros e/ou crocantes: 

Alimentos pegajosos, como caramelos e balas, duros e crocantes não são uma boa opção para quem possui aparelho, pois podem ficar presos nos braquetes e fios. Com isso, além do risco de danificar o aparelho também aumentam o risco do surgimento de cáries, por conta da maior dificuldade de escovação.

Usar produtos auxiliares para higienização 

Produtos auxiliares irão ajudar muito a garantir uma limpeza eficiente dos dentes durante o uso de aparelho ortodôntico. Existem diferentes produtos disponíveis especialmente projetados para auxiliar na higienização nessa situação, como escovas interdentais e irrigador bucal.

As escovas interdentais são excelentes para alcançar áreas de difícil acesso, como espaços entre os braquetes e fios, pois elas possuem cerdas mais finas e podem ser utilizadas para limpar cuidadosamente ao redor dos aparelhos, removendo placa bacteriana e resíduos alimentares.

Outro produto auxiliar útil é o irrigador bucal. Esse dispositivo utiliza um jato de água pulsante para remover resíduos alimentares e placa bacteriana das áreas de difícil acesso. É uma opção eficaz para complementar a limpeza com escova e fio dental, garantindo uma higiene mais completa e evitando o acúmulo de placa nos dentes e aparelhos.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.