Tratamentos odontológicos

Classificação de Black: conheça mais sobre

Classificação de black

A classificação de Black é bastante utilizada na área odontológica como um estudo do método de análise de questões relacionadas à saúde bucal. Sendo assim, ela é utilizada principalmente na avaliação de quadros clínicos de lesões ou destruição de tecidos duros, como o caso da cárie dental. 

Portanto, essa classificação é importante para que os profissionais da odontologia possam entender melhor a extensão, a codificação numérica, ou seja, a localização, e o tipo de lesão que o paciente apresenta. Além disso, essa classificação também ajuda a prever a evolução da lesão e a escolher o tratamento mais adequado.

Vamos te mostrar todas as classificações de Black, veja:

O que é classificação de Black?

A classificação de Black é um sistema que determina os tipos de cavidades da boca para o futuro preparo cavitário. 

Portanto, Black propôs dois tipos de classificação: uma baseada nas áreas dos dentes suscetíveis à cárie, ou seja, regiões de difícil higienização. Elas são divididas conforme a localização anatômica, cavidades de cicatrículas e fissuras, cavidades de superfícies lisas. 

Além disso, a outra classificação é a artificial, na qual reuniu cavidades em classes que requerem a mesma técnica de instrumentação e restauração. 

Sendo assim, no sistema de Black encontramos dois tipos de cavidade: etiológicas e artificiais.

Classificação etiológica

É baseada nos quadros clínicos de presença de cavidades provocadas por patologias. Além disso, também podem ser provocadas por acidentes que deixam traumas e os principais exemplos são:

  • Cárie: tipo de deterioração que causa uma lesão na estrutura dentária;
  • Fratura: como o próprio nome sugere, o dente fica fraturado. Essa fratura pode atingir o esmalte, a coroa e a raiz;
  • Abfração: corresponde ao comprometimento da estrutura dentária por conta do estresse oclusal; 
  • Abrasão: é o processo de desgaste da estrutura dentária por conta de forças mecânicas.

Classificação artificial de Black

Já essa classificação se baseia nos quadros clínicos de presença de cavidades provocadas ou criadas pelos profissionais da odontologia. Por isso, elas se relacionam com a técnica de instrumentalização da cavidade. Elas são divididas em classes e agora vamos conhecer mais sobre elas:

Classe I

Essa classe representa as cavidades que se encontram nas regiões de cicatrículas e fissuras, ou seja, em áreas de má coalescência do esmalte. Sendo assim, ela se caracteriza por lesões de cárie que aparecem na face oclusal dos dentes posteriores, ou seja, nos pré-molares e molares.

Além disso, em casos menos comuns, podemos encontrar a Classe I na região do cíngulo, na face palatal dos incisivos centrais e laterais superiores.

As fissuras e sulcos dos dentes posteriores são áreas mais propensas à formação de lesões de cárie, uma vez que são regiões onde a escovação pode ser mais difícil.

Classe II

A Classe II de Black se caracteriza por lesões ou cavidades que afetam a superfície proximal dos dentes posteriores (pré-molares e molares), e podem ou não envolver a cúspide do dente.

Classe III

A classe III indica as cavidades que envolvem as faces proximais dos dentes anteriores, que são: caninos, incisivos centrais e incisivos laterais.

Essa classe se caracteriza por lesões que não atingem a borda incisal (a borda cortante dos dentes anteriores) ou o cíngulo (a protuberância na superfície labial ou palatina dos dentes anteriores).

Classe IV

Nessa classe as cavidades envolvem as faces proximais dos dentes anteriores. Ao contrário da classe anterior, aqui há o comprometimento do ângulo incisal. A Classe IV de Black se caracteriza por lesões ou cavidades que envolvem as faces proximais de incisivos e caninos e comprometem pelo menos um dos ângulos incisais.

Isso significa que essas lesões afetam as superfícies laterais dos dentes anteriores (incisivos e caninos) e podem se estender até a borda incisal, formando uma angulação. Geralmente, essa classe é mais comum em dentes anteriores superiores.

Classe V

A última classe corresponde a área do terço cervical ou gengival nas faces vestibulares e/ou linguais dos dentes anteriores e/ou posteriores. A Classe V de Black se refere a lesões ou cavidades que afetam a superfície cervical dos dentes, também conhecida como região do colo dentário.

Sendo assim, como esse post, tivemos a intenção de mostrar como a classificação de Black é muito importante para a compreensão do profissional da odontologia para entender as diferentes classes e suas características, para poder planejar e realizar um tratamento eficaz e duradouro.

A identificação correta da classe de uma cavidade é crucial para a escolha do material restaurador que melhor se adequa, a preparação da cavidade e a técnica de restauração utilizada.

Além disso, a classificação de Black também pode ajudar na comunicação entre os profissionais da odontologia, o que permite que uma discussão do tratamento se realize de maneira clara e precisa entre esses profissionais.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.