Doenças odontológicas

Classificação de angle: tudo que você precisa saber

Entenda o que é a classificação de angle, suas classes, como é feita e todas as suas vantagens e desvantagens.

Classificação de angle

A classificação de angle é uma metodologia utilizada para fazer a avaliação da oclusão dentária de um paciente. O encaixe entre os dentes inferiores e superiores, estando bem alinhados e encaixados, pode-se dizer que a oclusão dentária está correta. Porém, quando os dentes não se encaixam perfeitamente e ficam desalinhados, consideramos, portanto, a maloclusão.

Dessa maneira, o problema pode afetar a fala, a mastigação, a estética e até mesmo a fonética do paciente. As maloclusões são classificadas conforme os primeiros molares permanentes, pois estes possuem características que identificam as posições na arcada dentária.  

Estudar a posição dos dentes e tudo que está relacionado a isso é o que todos os ortodontistas fazem para avaliar a oclusão dentária. 

Toda vez que um paciente tem o diagnóstico de maloclusão, é utilizado a classificação de angle. Esta metodologia serve para avaliar o quanto a oclusão está afetando a mandíbula, a maxila, os dentes e também qual classificação encontra-se o paciente.

A classificação de angle como o próprio nome diz, é feita por classes. Dessa forma, podem ser classificadas de classe 1, 2 ou 3. Confira mais sobre o assunto!

Chave de oclusão: o que é e qual sua importância na classificação de angle.

É preciso conhecer todas as classes incluídas no método de angle, porém, antes disso, é necessário entender sobre a chave de oclusão.

A chave de oclusão são as características ideais que os dentes superiores e inferiores precisam ter para se encaixarem, tendo como principal ponto, a relação entre os primeiros molares superiores e inferiores dentro da arcada dentária. 

A oclusão correta precisa acompanhar algumas características estabelecidas, conforme estudo apresentado por Andrews em 1972.

Para o Dr. Lawrence Andrews, dentro das 6 chaves de oclusão, estão:

  1. Relação de molares ou interarcos
  2. Angulação das coroas
  3. Inclinação das coroas
  4. Ausência de rotações
  5. Contatos interproximais
  6. Curva de Spee

Como é feita a classificação de angle

No contexto da classificação de angle, existem as classes I, II e III, sendo a segunda com duas divisões.

Classe I ou neutroclusão

Esta classe é conhecida também por neutroclusão. Está diretamente relacionada ao mésio-distal, a relação correta entre os primeiros molares. Ou seja, esta situação apresenta a combinação entre as arcadas inferiores e superiores, apresentando somente desarmonia entre dentes e ossos.

Principais características da classe I da classificação de angle:

  • Maloclusão não se encontra nos dentes molares, sendo na maioria das vezes encontrada nos dentes anteriores;
  • Relação anteroposterior entre maxila e mandíbula normais entre si;
  • Relação anteroposterior entre primeiros molares inferiores e superiores normais entre si.

Classe II ou distoclusão

A classe II também é conhecida como distoclusão, ou seja, a malposição dos arcos dentais primeiros molares superiores e inferiores, que é quando o arco inferior e superior encontram-se espacialmente distantes no ato do fechamento da maxila com a mandíbula. 

Essa classe é dividida em 2, sendo:

  • Divisão 1: A curva de spee apresenta-se com proporções acima da média, mais acentuado, mesmo os demais dentes molares estando alinhados. Desta forma, em alguns casos os dentes incisivos se projetam para frente, aumentando a distância entre os dentes superiores e os lábios (overjet), dando o aspecto “dentes para fora” na parte da frente das maxilas.
  • Divisão 2: Neste caso os dentes incisivos superiores e inferiores normalmente não apresentam overbite. Ou seja, os dentes de cima cobrem os de baixo no fechamento da maxila com a mandíbula, portanto a aparência fica harmoniosa, pois não ocorre a projeção que acontece na divisão 1.

Classe III ou mesioclusão

Nesta classe, a oclusão dentária ocorre de forma que a arcada dentária inferior se projeta a frente da arcada dentária superior, ocorrendo a mordida cruzada.

Vantagens e desvantagens da classificação de angle

O sistema de angle é um método bastante eficaz e simples, pois é um método didático onde o ortodontista consegue dar ao paciente um diagnóstico preciso, e esta, é uma das grandes vantagens da classificação de angle. 

Apesar das vantagens existentes no método, existem alguns pontos de desvantagem, sendo alguns destes, o fato de o método contemplar apenas os dentes permanentes (aparentes). Portanto, os dentes decíduos ficam fora dessa classificação. Outra desvantagem, é o fato do método também não considerar o grau da maloclusão.

Mesmo com todo o conceito e metodologia para a identificação da oclusão, é importante lembrar que a classificação de angle não considera alterações nos ossos e nos músculos.

Gostou de saber um pouco mais sobre esse assunto?

Continue nos acompanhando em nosso blog e também nas redes sociais.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.