Materiais odontológicos

Cadeira Odontológica: um guia funcional completo.

cadeira odontológica

Considerado o elemento fundamental do consultório odontológico, a Cadeira Odontológica é responsável pela execução de todos os procedimentos clínicos.

Entretanto, ao longo dos anos, esta sofreu uma evolução de design e funcionalidades a fim de proporcionar conforto e boa execução para o paciente e dentista.

Portanto, quais características, funcionalidades e tipo de cadeira escolher para atender as necessidades específicas de cada dentista?

Neste artigo, discorreremos acerca dos elementos a se considerar na hora de realizar a compra da cadeira odontológica, além do investimento necessário para adquiri-la.

O que é a Cadeira Odontológica e qual sua função?

Considera-se a cadeira odontológica como o dispositivo ergonômico e funcional onde, o decúbito do paciente interage para seu bem-estar.

Além disso, a automação da cadeira, favorece o prestador de serviço em acesso e visualização de anatomia do paciente, favorecendo a excelência da execução do procedimento.

Deste modo, a posição automatizada da cadeira odontológica fornece ao profissional, qualidade de trabalho e seus resultados, e, consequentemente bem-estar e conforto ao paciente.

Linha do tempo da Cadeira Odontológica

A primeira cadeira desenvolvida para o uso odontológico clínico foi utilizada por Josiah Flagg 1790 a 1812.

Entretanto, por ser desenvolvida anteriormente ao advento da luz elétrica, a cadeira necessitava da luz solar, logo a instalação era voltada para a janela.

A primeira cadeira odontológica totalmente metálica surgiu em 1871, e em 1877 Wilkerson criou a primeira cadeira hidráulica, cujos movimentos antes realizados por manivelas passaram a ser feitos por alavancas.

Posteriormente, em 1930 surge a industrialização das cadeiras odontológicas, próximas aos padrões atuais e nos anos 70 ela toma o formato atual, com mesas e aparelhos auxiliares.

Atualmente, as cadeiras seguem a ergonomia do paciente, dando-lhe comodidade e facilitando os diversos ângulos que o dentista precisa para a realização dos procedimentos, além de uma grande variedade de equipamentos e acessórios.

Quais os tipos de Cadeiras Odontológicas?

Para que o dentista possa realizar procedimentos gerais e específicos no paciente, este deve elencar quais elementos seu público necessita.

Logo, a escolha da cadeira deve atender às necessidades de tratamento do seu paciente, assim como o manejo clínico deste profissional.

Para que o paciente e profissional sejam contemplados em procedimento e resultados, o dentista precisa avaliar os seguintes aspectos para aquisição da Cadeira:

  1. Ergonomia;
  2. Qualidade;
  3. Suporte técnico e manutenção;
  4. Custo;
  5. Especialidade Clínica e;
  6. Acessórios e Componentes da cadeira.

Existem no mercado hoje em dia, 3 tipos de cadeiras odontológicas disponíveis para aquisição: as automáticas, as automáticas com volta a zero e as semiautomáticas.

  • Automática: As cadeiras automáticas possuem a regulagem de subida e descida, bem como a regulagem do encosto da cadeira odontológica;
  • Automáticas com volta ao zero: esses modelos possuem automação de subida e descida, regulagem de encosto, além de realizar a posição de supina, retornando a posição inicial em apenas 1 toque (a volta ao zero);
  • Semiautomáticas: Neste modelo a automação se da apenas na regulagem de subida e descida.

Além disso, existem modelos de cadeira odontológica específicas para certas especialidades.

Dentre elas, a mesa performance ou cadeira odontológica Harmonização facial, destinada para atendimentos de Harmonização orofacial, apresenta modificações a cadeira clinica.

Isso se deve a retirada do equipo e diminuição dos componentes da cadeira, com finalidade de visualização em 180º do profissional, além da correta posição do paciente.

Em contrapartida, a cama odontológica fornece outra posição postural do paciente, a fim de melhorar os resultados dos procedimentos em HOF.

Para finalizar, a Macri caracteriza-se como uma cadeira auxiliar à cadeira odontológica, acolhendo ergonomicamente o paciente pediátrico, com finalidade de acalmar e conter este paciente em certos casos.

Componentes da Cadeira Odontológica.

A preocupação com a funcionalidade, ergonomia, biossegurança e conforto do paciente motivou inovações tecnológicas para compor a cadeira odontológica.

Primeiramente o design das cadeiras modernas, além do estofamento e ajustes personalizáveis, garantem ao paciente conforto para o tratamento.

Da mesma forma, tais características dos modelos modernos, trazem ao profissional melhora da postura, iluminação de qualidade, além dos sistemas de automação que se transformam em grandes aliadas a qualidade de tratamento.

Acima de tudo, fornecem ao profissional a possibilidade de fidelizar o paciente diante do espaço composto de recursos tecnológicos avançados.

Em vista disso, listamos abaixo os componentes existentes disponíveis, para acoplar a cadeira odontológica na atualidade:

Unidade de entrega integrada (equipo)

De modo a abrigar os instrumentos essenciais do atendimento odontológico, o equipo ou Kart/Cart, funciona como dispense dos motores de alta e baixa rotação, além da seringa tríplice.

Além disso, dispõe da possibilidade de opcionais como o acoplamento da ponteira ultrassônica e jato de bicarbonato indicado para algumas especialidades.

Neste caso, os adicionais inseridos no equipo variam conforme a especialidade odontológica ou perfil e público alvo do dentista na aquisição de sua clínica.

Outra função do equipo, destina-se a unidade de água existente na cadeira odontológica.

Assim sendo, utiliza-se esta unidade pela seringa tríplice, motores incluindo o sistema de sucção excretor de detritos oriundos dos procedimentos.

Para manter higiene e limpeza, além da biossegurança, o sistema de sucção a vácuo compõe a unidade de água da cadeira odontológica.

Desse modo, o sistema de sucção atua eliminando agentes contaminantes resultantes de detritos produzidos durante o tratamento, proporcionando um ambiente limpo e livre de contaminantes.

Refletor

A princípio, os sistemas de iluminação da cadeira odontológica, configuram como importante recurso na visualização do campo de trabalho do dentista.

Os modelos disponíveis no mercado atuam como sistemas indicados na atuação clínica específica do profissional, devido à necessidade de potência de iluminação do campo de trabalho deste.

Atualmente existem dois sistemas de iluminação disponíveis para cadeiras odontológicas sendo estes os sistemas Halógenos e os sistemas de Led.

Quando comparados, o sistema de iluminação de Led apresenta vantagens sobre o sistema Halógeno, pois este sistema apresenta maior intensidade de luz.

Além disso, as lâmpadas de Led apresentam um consumo menor de energia elétrica, gerando economia para o profissional.

Vale ressaltar que independente das vantagens da iluminação em Led, as lâmpadas Halógenas atendem adequadamente o dentista na visualização da área de trabalho.

Painel e Pedal

Com propósito de acionar os sistemas automatizados da cadeira odontológica, o pedal constitui este sistema, possibilitando o manejo posicional do paciente.

Os modelos variam conforme os fabricantes sendo acionados pelos pés ou, de acordo com alguns modelos, acionados pelas mãos através do painel.

O painel, por sua vez, pode estar acoplada ao equipo, ou conectado a este por um controle, acionado manualmente, variando de acordo com modelo e fabricante.

Deste modo, o acionamento do painel ou pedal eletrônico, visa controlar precisamente os movimentos da cadeira, sejam em inclinação e altura ou posicionamento para o atendimento preciso do dentista.

Existem também opcionais disponibilizados para acoplamento na cadeira odontológica, com o proposito de elevar a qualidade do trabalho prestado, bem como agregar valor ao consultório e conforto do paciente.

Estes opcionais além dos demais componentes da cadeira odontológica, causam variações de valores para sua aquisição, e, portanto, cabe ao empreendedor avaliar as necessidades especializadas de sua clínica, bem como o investimento planejado.

Opcionais

Para que paciente e profissional obtenham conforto durante o atendimento odontológico, é ofertado pelo fabricante a possibilidade de instalação de componentes adicionais garantindo assim, ferramentas auxiliares para melhora da amplitude de atendimento.

Assim sendo:

  • Kit multimídia;
  • Braço pneumático;
  • Negatoscópio e
  • Kit massageador;

Ferramentas auxiliares que agregam valor ao consultório e atendimento prestado pelo dentista.

Quanto custa a cadeira odontológica?

Para aquisição da cadeira odontológica, o empreendedor deve analisar a necessidade clínica e especialidades atendidas nesta.

Os valores variam de acordo com: fabricante, componentes, opcionais, modelos.

Todavia, independente do fabricante, os componentes escolhidos para esta cadeira, precisam atender as necessidades do dentista.

Público alvo, disponibilidade de investimento, demanda da clínica assim como as especialidades atendidas nesta, corroboram para a variação de preços para aquisição desta cadeira odontológica.

Os valores vão de R$11.000,00 em modelos básicos a R$80.000,00 para modelos mais modernos e seus opcionais.

Além disso, é importante saber se o fabricante da cadeira realiza adaptações técnicas e oferece manutenção e assistência técnica deste produto.

Atualmente os fabricantes de cadeiras odontológicas melhores conceituadas no Brasil são: Saevo, Olsen, Gnatus e Dabi Atlante.

Da mesma forma, ao adquirir uma cadeira odontológica, o dentista precisa certificar-se se estas empresas realizam manutenções preventivas e corretivas a fim de garantir que intercorrências indesejadas não ocorram.

Quando Trocar a Cadeira Odontológica?

Embora a cadeira odontológica apresente boa longevidade e durabilidade, o profissional deve estar atento às condições que o levem a realizar a troca desta cadeira.

Uma vez que a cadeira apresente limitações nos quesitos: conforto, ergonomia e desempenho, esta necessita de substituição, visto que, estes fatores influenciam na funcionalidade deste produto.

Por fim, ao pesquisar a aquisição da cadeira odontológica, diversos fatores interferem na decisão acerca desta.

O importante é cercar-se do maior número de informações, para obter uma cadeira longeva e funcional.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.