Doenças odontológicas

Bolinhas na boca: o que são, como surgem e tratamentos

bolinhas na boca

Talvez você já tenha se deparado com pequenas bolinhas na boca, geralmente na língua ou parte interna das bochechas e se perguntou: o que será que está acontecendo? Em primeiro lugar, essas bolinhas são um importante aviso que algo não anda bem na nossa saúde bucal.

Como surgem as bolinhas nas bocas

As bolinhas na boca, podem ter diversos motivos, porém seu surgimento está geralmente associado à:

  • Hábitos como morder ou sugar a bochecha, ou lábios;
  • Impactos na região da boca, principalmente nas bochechas;
  • Doenças
  • Utilização de piercings
  • Obstrução dos canais salivares.

Quais doenças surgem a partir das bolinhas na boca?

Uma bolinha na boca pode derivar de vários lugares e ter diferentes impactos na nossa vida, podendo ser uma ameaça a nossa saúde ou não. Entretanto, em casos mais graves, pode ser o primeiro sintoma do câncer.

Mucocele

Mucocele é uma complicação que pode surgir na boca. Contudo, apesar do nome complicado, ela não passa de um tumor benigno, formado em qualquer um dos tecidos moles da boca. Possui um tamanho de até 3 centímetros de diâmetro e não costuma causar dor. Apesar de normalmente sumir sozinha, algumas vezes a bolinha na boca pode estourar e causar uma pequena ferida.

Essa pequena ferida causada pelo rompimento da bolha na boca cura-se naturalmente, porém durante esse processo pode haver pequenos incômodos como ardência. Também não é contagiosa e costuma sumir naturalmente sem a necessidade de intervenções.

Essas bolinhas são mais comuns em crianças e jovens adultos. Embora até recém-nascidos já tenham sido diagnosticados com mucocele. Normalmente isso ocorre quando acontece uma pequena colisão durante o parto. Mas, até mesmo nos bebês, essa condição costuma se curar sozinha.

Em resumo, a mucocele é um problema muito comum, que atinge a saúde bucal de cerca de 150 mil pessoas todos os anos no Brasil.

Fibromas

Fibromas são tumores benignos arredondados, bem definidos, duros e de aparência brilhante, geralmente encontrados perto do interior dos lábios e da garganta.

Os fibromas geralmente nascem nas áreas onde há atrito, porém, podem surgir em qualquer parte da cavidade oral. As bolinhas causam desconforto, por isso, devem ser removidas. Contudo, quando são pequenas, somem sozinhas com o tempo.

Bolinhas de sangue

Essa lesão geralmente inofensiva pode ser gerada por uma úlcera bucal ou por uma autolesão ao mascar. Um profissional deve ser consultado, apenas se a bolinha não sumir com o tempo, aumentar de tamanho e causar dor.

Herpes Labial

O herpes labial costuma ser outra grande causadora de bolinhas na boca, porém diferentemente da mucocele, a bolinha causada pelo herpes é dolorida.

Além disso, o herpes labial costuma afetar os lábios, e também podem aparecer em regiões ao redor da boca, como queixo e próximo ao nariz.

Essa condição não possui cura, porém, com o passar do tempo e retorno da imunidade os sintomas tendem a sumir.

Câncer de boca

O câncer de boca e a Mucocele podem ser facilmente confundidos. Ambos causam bolinhas na boca do paciente. Porém, o tratamento do câncer de boca é feito por cirurgia e quimioterapia.

Tumor nas glândulas salivares

O câncer nas glândulas salivares corresponde a 5% a 7% dos cânceres de cabeça e pescoço, com estimativa no Brasil de 1 a 2 casos para cada 100.000 habitantes.

Dentre os tumores malignos, os carcinomas epidermoides são os que mais atingem as glândulas salivares e tendem a se desenvolver de forma lenta, e costumam reagir muito bem ao tratamento.

Bolinhas brancas

Bolinhas brancas na cavidade oral ou nas amígdalas podem apresentar riscos à saúde. Por isso, seguem abaixo algumas das causas mais comuns das bolinhas brancas.

Candidíase oral: Uma das causas das bolinhas brancas é a presença do fungo cândida. Essa infecção, faz com que surjam as bolinhas na boca, dor ao engolir, e sangramentos na hora da escovação. Primordialmente, é necessária uma boa higiene bucal para prevenir sua aparição. Mas caso as lesões não sumam ou cresçam, é necessário o tratamento médico.

Herpes Oral: O herpes oral se caracteriza por aftas brancas, ardência, coceira e dor ao engolir. Surge após o contato com o vírus herpes simples tipo 1. Eventualmente, existem casos em que as lesões não desaparecem com o tempo, sendo necessários medicamentos para o tratamento.

Cáseo: Geralmente afetam amígdalas e garganta. O acúmulo de células mortas causam dor e odor na cavidade oral.

Outras doenças que podem causar bolinhas na boca

Existem outras anomalias que também podem causar o aparecimento de bolinhas na boca. Vamos listar brevemente algumas delas:

Herpangina: uma infecção viral na garganta;

Doença mão-pé-boca: doença comum em crianças até 5 anos;

Como evitar bolinhas na boca

Para poder identificar e tratar as bolinhas na boca, é importante visitar o dentista regularmente. A visita regular ao profissional também previne problemas como tártaro e a cárie, evitando complicações severas. Assim como, também é possível efetuar a limpeza profissional dos dentes, que deve ser feita a cada 6 meses.

Casos de urgência

As bolinhas, geralmente, não representam perigo à saúde, contudo algumas situações podem necessitar urgência. Entre elas: inflamação nos gânglios, dificuldade de comer, falar ou engolir, perda de peso, dor extrema e úlcera.

Nesse sentido, é fundamental que o paciente procure um profissional. Sendo assim, não ignore os sinais que o seu corpo dá, ou seja, caso sinta algum dos sintomas acima, agende imediatamente uma consulta. Afinal, o tratamento precoce é sempre mais garantido. 

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.