Doenças odontológicas

Bochecha inchada: saiba tudo sobre o problema

Bochecha inchada

O inchaço na região facial é comumente relatado como “bochecha inchada” pelos pacientes e pode prejudicar a capacidade fisiológica da mastigação e da fala. Além disso, pode também alterar a estética, afetando a autoestima do paciente.

É importante destacar que este sintoma pode estar ligado a diversas complicações que podem se fazer presentes na cavidade bucal ou em outras regiões da face. Desta maneira, o dentista deve sempre se atentar às descrições feitas pelo indivíduo, pois, quando associadas a certos sintomas, podem ser indicativos de anomalias graves.

Causas da bochecha inchada

A bochecha inchada causada por problemas bucais é normalmente relatada pelos pacientes como “bochecha inchada por dentro”. O cirurgião dentista deve se atentar ao sintoma, pois este pode estar relacionado a complicações presentes na cavidade bucal, principalmente originada por infecções.

Infiltração dentária

Uma das principais complicações orais que levam ao aparecimento de inchaço na região facial é a infiltração dentária causada por restaurações antigas e dentes fraturados. Nestes casos, há um aumento na circulação sanguínea local que pode favorecer ao inchaço. Além do inchaço causado, dentes infiltrados possuem maiores chances de desenvolver cáries, que podem gerar um quadro ainda mais complicado para o paciente.

Abscesso no dente

A complicação da infiltração pode se agravar e se tornar um abcesso no dente, a qual é a infecção dentária originada como consequência do incorreto tratamento da infiltração. A partir deste momento, outros sintomas além do inchaço são relatados pelos pacientes e devem ser ouvidos e analisados com atenção pelo dentista, como a sensibilidade nos dentes, presença de pus na região e dor local. 

Periodontite

Por fim, a periodontite é outra complicação que pode ter como consequência o inchaço da bochecha. Ela é caracterizada como uma inflamação nos tecidos responsáveis pelo sustento do dente. Assim, a região fica inchada por conta da reação inflamatória que ocorre no local, podendo gerar também uma maior sensibilidade nos dentes e podendo levar até mesmo à sua perda, se não tratado corretamente.

Procedimento cirúrgico

Após a realização de procedimentos cirúrgicos na cavidade oral, como a extração de siso, por exemplo, é comum que o paciente sinta um inchaço na região facial por até 72 horas após a realização do procedimento, o que não necessariamente indica uma complicação.

Tumor

O inchaço na região da face, mais especificamente na bochecha, pode ser sintoma de tumores, podendo indicar a presença de câncer de lábio e cavidade oral (câncer de boca).

Bochecha inchada causada por outros problemas

O dentista deve se alertar, no entanto, que o sintoma da bochecha inchada pode estar relacionado a complicações que não são de sua competência. Um exemplo é sinusite, infecção muito comum na atualidade que afeta os seios paranasais, inchando a região da bochecha.

Outra patologia que pode estar relacionada ao sintoma é a caxumba, um vírus que afeta as glândulas parótidas e por isso causam o inchaço. Contudo, profissionais de saúde raramente encontram esta complicação, dado que existem vacinas que a previnem.

Contudo, é importante destacar que não são todas as situações nas quais o inchaço está ligado a uma patologia. Em alguns casos, pode ser um edema facial, resultado de uma pressão aplicada no rosto. Isso acontece principalmente durante o sono quando o paciente se deita.

Portanto, o dentista, ao analisar os sintomas e identificar uma complicação que não esteja inserida na área da odontologia, deve orientar o paciente a procurar o profissional da saúde responsável pela situação.

Conduta odontológica em um paciente com inchaço na bochecha

Por ser um sintoma que pode estar ligado a diversas complicações, o dentista deve realizar uma anamnese completa para o possível diagnóstico. Além da observação da região, o profissional, com intuito de concluir uma complicação odontológica, pode fazer perguntas como:

  • Realizou restaurações dentárias nos últimos anos?
  • Sofreu alguma fratura nos dentes?
  • A gengiva sangra durante a escovação?

Contudo, se o dentista descartar as complicações odontológicas, este pode fazer algumas perguntas para complementar a anamnese. Isso é feito para que este possa auxiliar o paciente na recomendação da especialidade a ser procurada, são elas:

  • O inchaço é maior no período da manhã?
  • Foi vacinado contra caxumba?
  • Apresenta histórico de sinusite?

Tratamentos para bochecha inchada

Caso o dentista diagnostique um paciente com uma condição na cavidade oral que cause o inchaço na bochecha, deve iniciar a conduta para alívio dos sintomas. O tratamento vai variar consoante a causa diagnosticada. 

Tratamento para infiltração e abscesso dentário

Nos casos de pacientes com infiltração ou abscesso dentário, o dentista deve realizar o tratamento de canal. O profissional da odontologia realiza o procedimento através do tratamento da polpa dentária de modo a eliminar a infecção e proteger os dentes vizinhos de possíveis ataques microbianos.

Ainda, o dentista pode realizar a drenagem da área afetada, assim como a restauração ou extração do dente afetado. Além dos procedimentos realizados no consultório, o cirurgião dentista pode recomendar também o uso de medicamentos, que incluem os antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos para aliviar os sintomas sentidos pelo paciente.

Periodontite

Em uma situação de periodontite, o dentista deve conduzir o tratamento de modo a controlar a infecção. Isso pode ser feito através da limpeza profunda da região e posterior prescrição de medicações anti-inflamatórias, antibióticos e enxaguantes bucais.

Procedimento cirúrgico

Após a realização de cirurgias, o dentista deve orientar o paciente corretamente sobre os procedimentos pós-operatórios, que podem incluir repouso e aplicação de compressas na região. Quanto a este último, para o caso de extração de siso, o profissional deve recomendar o uso de compressas geladas nas primeiras 24 horas após o procedimento. Já nas 24 horas até 72h posteriores, o dentista pode aconselhar a aplicação de compressas quentes. Desta maneira, o dentista conseguirá indicar as melhores medidas para o paciente visando controlar o inchaço na bochecha consequente do procedimento.

Tumor

O dentista deve analisar, junto ao inchaço, outros sintomas relatados pelo paciente. Caso tenham outros sintomas como feridas na boca que não cicatrizam, dores e manchas na cavidade, o dentista pode suspeitar de câncer de boca. Desta forma, o profissional deve solicitar a realização de uma biópsia para o correto diagnóstico. Se houver a confirmação, o dentista deve recomendar o tratamento, que pode incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou até mesmo tratamento paliativo.

Por fim, a fim de evitar o inchaço na bochecha por causas bucais, o dentista deve recomendar a correta higienização dos dentes através da escovação e aplicação de fio dental. Ainda, é de extrema importância que faça a correta anamnese do paciente a fim de investigar as possíveis causas para o sintoma e realizar a conduta adequada.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.