Tratamentos odontológicos

Bloco dentário: descubra tudo sobre essa restauração!

bloco dentário

O bloco dentário é um procedimento utilizado para evitar a extração dos dentes, o que significa que ele pode restaurar as funções de um dente que foi comprometido. Portanto, ele é muito importante e utilizado na odontologia, devendo o profissional conhecer a fundo sobre.

Pensando nisso, preparamos tudo que você precisa saber sobre o bloco dentário nesse texto. Confira!

O que é um bloco dentário

Um bloco dentário, também conhecido no campo da odontologia como onlay ou overlay, é uma restauração indireta que serve para reparar dentes que sofreram danos significativos, mas que ainda conservam suficiente estrutura saudável para evitar a necessidade de uma coroa completa.

Esse material é personalizado e meticulosamente fabricado em laboratório a partir de impressões precisas do dente afetado, garantindo um ajuste perfeito e uma recuperação funcional e estética do dente.

Dessa forma, diferentes materiais podem ser utilizados na confecção de um bloco dentário, incluindo porcelana, resina composta, cerômero e até metais preciosos, cada um oferecendo um equilíbrio entre durabilidade, estética e custo.

O bloco dentário é ideal para restaurar dentes que foram comprometidos por cárie extensa, fraturas ou após um tratamento de canal. Sendo assim, o bloco dentário é uma opção preferencial por preservar uma maior quantidade da estrutura dentária natural em comparação com restaurações mais invasivas, ao mesmo tempo que restaura a funcionalidade e melhora a aparência do sorriso.

Qual a diferença de restauração inlay e onlay?

A principal diferença entre uma restauração inlay e uma onlay é a extensão da cobertura que cada uma oferece ao dente.

O inlay é uma restauração indireta inserida dentro dos limites das cúspides do dente. Portanto, é ideal para reparar a parte interna do dente que foi danificada por cárie ou trauma, sem se estender sobre as cúspides.

Já o onlay, além de cobrir a parte interna, se estende sobre uma ou mais cúspides do dente. Dessa forma, proporciona uma cobertura e suporte maior para a estrutura dentária que foi mais amplamente afetada.

Sendo assim, enquanto o inlay é mais conservador e focado em áreas menores de dano, o onlay é utilizado para restaurações maiores, oferecendo uma solução intermediária entre um inlay e uma coroa completa.

Tipos de bloco dentário

Os blocos dentários são especialmente úteis após o tratamento de canal, quando o dente pode ter perdido uma parte considerável de sua estrutura. Dessa forma, os blocos são feitos sob medida em um laboratório dentário a partir das impressões do dente afetado.

Existem vários tipos de materiais utilizados para fabricar blocos dentários, cada um com suas próprias vantagens e considerações. Dessa forma, os materiais utilizados para confecção dos blocos dentários são:

Porcelana (Cerâmica)

Os blocos de porcelana, ou cerâmica, são muito populares devido à sua capacidade de imitar a aparência natural dos dentes, tanto em cor quanto em textura. Portanto, são altamente estéticos, resistentes ao desgaste e menos propensos a manchar do que outros materiais. No entanto, podem exigir mais remoção de estrutura dentária saudável para a colocação em comparação com as resinas compostas.

Resina Composta

Blocos feitos de resina composta podem ser uma boa escolha para aqueles que estão procurando uma opção menos dispendiosa e que requer menos remoção de estrutura dentária saudável. Eles também oferecem uma boa estética, embora possam desgastar mais rapidamente e ser mais suscetíveis a manchas em comparação com a porcelana.

Metal

Ouro e outras ligas metálicas são opções tradicionais para blocos dentários. Entretanto, embora não sejam esteticamente preferíveis para dentes visíveis quando se sorri, os blocos metálicos são extremamente duráveis e resistentes ao desgaste, tornando-os uma excelente opção para os dentes posteriores, onde a força de mastigação é maior.

Cerômero

Esses materiais são uma combinação de cerâmica e resina composta, oferecendo um meio-termo entre estética e durabilidade. Eles são mais fortes que as resinas compostas puras, mas ainda proporcionam uma boa correspondência de cor com os dentes naturais.

Zircônia

A zircônia é um material relativamente novo no campo da odontologia restauradora, conhecido por sua excepcional resistência e durabilidade, além de oferecer excelentes resultados estéticos. Portanto, ela pode ser uma ótima opção para pacientes que necessitam de uma restauração que combine resistência com uma aparência natural.

Sendo assim, a escolha do material para um bloco dentário depende de vários fatores, incluindo a localização do dente a ser restaurado, a preferência estética do paciente, a funcionalidade necessária e, claro, o custo. O dentista pode aconselhar sobre o melhor material com base nas necessidades específicas do paciente.

Bloco dentário após canal

Em alguns casos, após a realização de um tratamento de canal, um bloco dentário pode ser uma opção recomendada para completa restauração do dente tratado.

O tratamento de canal é necessário quando há uma infecção ou dano irreversível na polpa do dente, e após a remoção da polpa, o dente pode ficar mais fraco e suscetível a fraturas. Portanto, algumas informações importantes sobre a utilização de um bloco dentário após um canal devem ser consideradas, dentre elas:

Restauração do Dente

Um bloco dentário é uma restauração indireta feita para reforçar o dente que sofreu um tratamento de canal. Entretanto, diferentemente das restaurações diretas, como as obturações, os blocos são fabricados em laboratório e depois cimentados ao dente.

Material Utilizado

Os blocos podem ser feitos de diversos materiais, incluindo porcelana, resina composta, ou uma combinação de metal e porcelana. Sendo assim, a escolha do material depende de vários fatores, incluindo a localização do dente, a estética desejada e o custo.

Processo de Instalação

Após a conclusão do tratamento de canal, o dentista preparará o dente, removendo uma parte da estrutura dentária para criar espaço para o bloco. Impressões do dente são feitas e enviadas a um laboratório odontológico, onde se fabrica o bloco. Uma vez pronto, o bloco é cimentado ao dente.

Vantagens

O uso de um bloco dentário após um canal oferece várias vantagens, como a restauração da funcionalidade do dente, melhoria estética e proteção do dente contra futuras fraturas.

Cuidados Após a Instalação

Após a instalação de um bloco dentário, é importante orientar o paciente sobre a manutenção de uma boa higiene bucal, evitando, alimentos muito duros ou pegajosos que possam danificar a restauração, e visitar o dentista regularmente para check-ups e limpezas.

Quanto tempo dura um bloco no dentário?

A durabilidade de um bloco dentário pode variar consideravelmente, dependendo de vários fatores, incluindo o material do qual é feito, a precisão do ajuste, a localização do dente restaurado, e os hábitos de higiene bucal e alimentares do paciente.

Sendo assim, um bloco dentário pode durar, em média, de 5 a 15 anos ou mais. Blocos feitos de materiais como porcelana ou zircônia tendem a oferecer a maior longevidade, especialmente quando cuidados adequadamente com boa higiene bucal e visitas regulares ao dentista.

Portanto, deve-se orientar o paciente a evitar hábitos prejudiciais, como roer unhas ou mastigar objetos duros, podendo prolongar a vida útil do bloco.

Ainda está em dúvida?

Faça o teste gratuito agora por 7 dias.